WhatsApp prepara versão paga opcional

WhatsApp prepara versão paga opcional

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 20 de Abril de 2022 às 12h16
Divulgação/WhatsApp

O WhatsApp prepara uma versão paga, provavelmente destinada a contas comerciais, para oferecer recursos exclusivos. A descoberta foi feita pelo site WABetaInfo, nesta quarta (20), e dá conta que usuários pagantes poderiam ter até 10 dispositivos conectados à mesma conta (atualmente, quatro é a quantidade máxima), facilitando o atendimento simultâneo pelo computador.

A descoberta aconteceu na nova interface para a seção “Aparelhos conectados” em preparação exclusivamente para contas WhatsApp Business. A nova descrição incentiva o uso da ferramenta para facilitar a comunicação da empresa com clientes num mesmo chat.

Contas comerciais que assinam o WhatsApp poderiam vincular até 10 dispositivos ao mesmo tempo (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Não se sabe se esta será a única vantagem exclusiva para pagantes do WhatsApp Business, tampouco qual seria o valor da assinatura. Contudo, é bastante provável que o pacote seja totalmente opcional, então usuários de contas comerciais gratuitas ainda poderiam utilizar o mensageiro livremente.

Para o WhatsApp, a adição de uma assinatura paga enfim abre espaço para a monetização do aplicativo. Atualmente, a plataforma sofre com a falta de espaço para gerar dinheiro da altíssima base de usuários, uma vez que o app não exibe publicidade nem cobra pelo uso — apesar de ter feito isso anos atrás, mesmo que poucos tenham desembolsado qualquer quantia para continuar trocando mensagens.

Só contas comerciais

O WABetaInfo aposta que a assinatura do WhatsApp será exclusiva para contas comerciais. Sendo assim, para evitar que usuários burlem a barreira de pagamento, donos de contas comuns não teriam acesso às ferramentas extras.

Por ser um recurso ainda em construção, nem mesmo testadores têm acesso a ele. Considerando que a adição é importante para a estrutura do WhatsApp, a experimentação pública deve ser implementada após um anúncio formal, assim como aconteceu com as Comunidades. Dito isto, resta ficar de olhos nos próximos vazamentos acerca da assinatura do WhatsApp.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.