WhatsApp começa a liberar chamadas de voz com até 32 participantes

WhatsApp começa a liberar chamadas de voz com até 32 participantes

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 22 de Abril de 2022 às 11h35
tuaulamac/VisualHunt

O WhatsApp começou a liberar nesta semana as chamadas em grupo com até 32 participantes ao mesmo tempo. Quando ativo, os integrantes serão exibidos em grade, enquanto as falas serão indicadas por ondas sonoras (semelhante ao que acontece nos áudios). A atualização chegou ao iOS, mas há relatos de que o recurso também está disponível no Android.

Antes, chamadas do WhatsApp tinham espaço para até oito pessoas simultaneamente — um limite bem baixo, considerando que grupos podem agregar até 256 membros. A ampliação das conversas, portanto, é uma grande pendência do mensageiro e acirra a disputa com plataformas mais versáteis e robustas, como o Telegram.

No iOS, a atualização com limite expandido nas ligações de voz é a 22.8.80, já no Android a nova interface foi encontrada na compilação 2.22.8.79. Não é necessário fazer nada para ter uma chamada de voz com 32 pessoas, basta ligar para um grupo e esperar as pessoas entrarem.

Chamadas de voz no WhatsApp poderão abrigar até 32 pessoas (Imagem: Reprodução/WhatsApp)

Mesmo nessas ligações, o WhatsApp mantém a criptografia de ponta a ponta para proteger a interação de interceptadores. O recurso garante que somente os participantes daquela chamada poderão conferir seu conteúdo.

Recursos pendentes

Os demais recursos, incluindo reações com emojis e o suporte para envio de documentos de até 2 GB, aparentemente ficaram para depois. Contudo, diferentemente das Comunidades, essas ferramentas podem ser liberadas somente antes das eleições de 2022, uma vez que não são mudanças significativas na plataforma.

Se a capacidade expandida de chamadas de voz ainda não está disponível no seu app, é válido conferir se há atualizações pendentes na App Store e na Play Store — e se não houver nada para baixar, resta apenas esperar.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.