Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Uber vai gravar vídeo das corridas em mais cidades do Brasil

Por| 10 de Outubro de 2023 às 17h50

Link copiado!

Viktor Avdeev/Unsplash/CC
Viktor Avdeev/Unsplash/CC
Tudo sobre Uber

A Uber expandiu ainda mais o programa piloto de gravação de vídeo durante as corridas. A novidade, anunciada pela companhia nesta terça-feira (10), leva a função para mais três cidades brasileiras: Curitiba (PR), Manaus (AM) e São José dos Campos (SP).

Iniciativa que visa promover a segurança tanto de passageiros quanto de motoristas, o piloto testa a novidade em sete cidades do país e em alguns municípios dos Estados Unidos. Por aqui, além das três novatas, o programa opera em Campinas (SP), João Pessoa (PB), Santos (SP) e Petrópolis (RJ).

“Quando pensamos em entender melhor situações que acontecem dentro do veículo, voltamos sempre ao tema das gravações”, explicou a gerente de produto do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Uber instalado em São Paulo, Mariana Esteves. “Sabemos que a gravação pode ser uma ferramenta poderosa para incentivar todos a se comportarem da melhor maneira possível, sabendo que estão sendo gravados, e que também ajuda a fornecer evidências concretas do que realmente aconteceu em um incidente”, complementa.

Continua após a publicidade

O recurso se junta a outras opções de segurança da Uber, que incluem a gravação de áudio pelo app e a possibilidade de uso de câmeras veiculares por parte do motorista.

Gravação simples e protegida

Visto que configurar câmeras veiculares pode ser complexo, a Uber decidiu oferecer a chance de usar a câmera do celular para capturar as imagens.

Tal qual já acontece com a gravação dos áudios, a companhia garante que as imagens captadas pelo app ficam criptografadas e ninguém pode acessá-las livremente — nem Uber nem motorista.

As imagens podem ser vistas por funcionários do Uber apenas em caso de algum incidente ser reportado por parte de alguém envolvido na corrida. O conteúdo também fica disponível às autoridades que por ventura precisem do conteúdo para solucionar algum crime, por exemplo.

O registro começa logo antes do cliente embarcar e finaliza 20 segundos depois de encerrado o trajeto, informa a empresa. Independentemente do tipo de câmera, a Uber garante ainda que o passageiro é sempre notificado no momento em que um motorista parceiro aceita a corrida de que o trajeto pode ser gravado. Quem não se sentir confortável pode cancelar a corrida e solicitar outro carro.