Tinder pode começar a vender roupas e acessórios para celular com marca própria

Por Igor Almenara | 12 de Fevereiro de 2021 às 14h46
Kon Karampelas/Unsplash
Tudo sobre

Tinder

Saiba tudo sobre Tinder

Ver mais

O Tinder foi registrado como marca para acessórios de smartphones e roupas, incluindo blusas, calças, camisetas, tops e vários outros itens. “Tinder Made” é a etiqueta que a gigante MatchGroup, dona de um grande ecossistema de redes de relacionamentos, deve inserir em breve em um sistma de compras dentro do aplicativo mais famoso de sua colmeia.

O registro foi aceito pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (USPTO) no dia 20 de janeiro deste ano. No documento, o MatchGroup descreve o selo como uma linha de produtos diversos, indo desde capinhas, tripés e luzes para smartphones e tablets até itens de vestuário para o cotidiano ou atividades físicas.

(Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Por se tratar de um registro de marca, as informações sobre os produtos “Tinder Made” ainda são escassas. Para celular, contudo, faz sentido que a companhia comercialize anéis de luz e tripés licenciados, já que complementam as videochamadas do app e são interessantes para melhorar os momentos em que os perfis combinam e querem prolongar a conversa.

As roupas, por outro lado, parecem ser uma aposta da MatchGroup. Inquestionavelmente, o Tinder é conhecido pelo mundo inteiro, mas como a rede social poderia ser convertida em marca para vestuário ainda não está claro; é provável que tente competir num mercado mais casual e diversificado o bastante para atender às várias gerações de pessoas que estão na rede de relacionamentos.

Como serão as roupas do Tinder?

Ademais, o registro não determina quais serão os itens que carregarão a etiqueta “Tinder Made”, mas abrem espaço para aplicações em todas as frentes citadas. Portanto, o documento pode até citar tênis e roupas para atividade física, mas os projetos relacionados podem não sair do papel.

Não seria uma surpresa se a marca utilizasse seu aplicativo como meio principal para venda e divulgação dos produtos. O MatchGroup poderia inserir propagandas para os próprios itens dentro das suas redes de relacionamento e incentivar a troca de presentes, gerando também benefícios para o perfil do consumidor, carimbos virtuais para o usuário e várias outras aplicações.

Infelizmente, não há previsão para lançamento de itens da marca Tinder — por enquanto, nem mesmo a logo das etiquetas foi divulgada. Resta aguardar para ver quais as novidades o MatchGroup andou preparando e se elas chegarão aos usuários brasileiros.

Agora, conte para o Canaltech: você usaria uma roupa com da marca Tinder?

Fonte: LetsGoDigital

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.