TikTok é acusado de aplicar filtro que modifica rosto sem autorização prévia

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 10 de Junho de 2021 às 12h33
Pixabay

Filtros para dar um aprimoramento no visual são muito usados para a gravação de vídeos online e de lives, mas nem todo mundo curte. No TikTok, há uma variedade de possibilidades, desde os engraçados até os que prometem fazer uma "cirurgia plástica" no rosto, com olhos maiores, lábios carnudos, maquiagem e por aí vai.

Recentemente, um fato nada agradável ocorreu na rede social dos vídeos curtos: usuários alegaram ter filtros aplicados em seus rostos sem qualquer aviso prévio. Vários materiais postados na plataforma mostram relatos de pessoas que não se reconheceram na câmera, tamanha a mudança realizada.

@mothpetals ♬ original sound - Faun

Queixos mais afinados para as mulheres, bochechas menores, efeito de pele macia e outras mudanças foram aplicadas arbitrariamente em quem gravava vídeos na plataforma. Isso causou muito desconforto em certas pessoas, já que aquilo refletido nas imagens não era real.

A conclusão de muita gente é que o TikTok testava secretamente um filtro de beleza, mas o fez de forma errada. A rede nunca se manifestou publicamente sobre isso, mas reconheceu, em mensagem enviada ao site MIT Technology Review, que foi um problema temporário já resolvido.

O site também relatou que o efeito parecia afetar apenas uma pequena parcela de usuários do Android e durou cerca de dois dias. Aqui no Canaltech, o teste foi realizado e nada de anormal foi encontrado, o que sugere um problema pontual e já resolvido.

Surpresa pela modificação

“Essa não é a minha cara”, pensou Tori Dawn assim que decidiu abrir o TikTok para fazer um vídeo no final de maio. A mandíbula estava mais fina e mais feminina, diferente da dela. Ao bloquear com a mão a maior parte do seu rosto, o formato pareceu voltar ao normal, o que indicava o uso de um filtro, mas não havia nenhum ativado.

@toridawn817

congrats tiktok I am super uncomfortable and disphoric now cuz of whatever the fuck this shit is

♬ original sound - Tori Dawn

Dawn mantém esses filtros desligados em transmissões ao vivo e vídeos para seus 320 mil seguidores, porque ela se identifica com a própria aparência. “Meu rosto é bastante andrógino e gosto do meu queixo. Então, quando vi que estava aparecendo e desaparecendo, pensei 'por que eles fariam isso, por quê?' Esta é uma das únicas coisas que gosto no meu rosto. Por que você faria isso?", desabafou aos seguidores.

Ela disse que não se sente mais confortável fazendo vídeos no TikTok porque não há como voltar ao normal. O vídeo teve mais de 300 mil visualizações, foi compartilhado inúmeras vezes e contou com comentários de centenas de pessoas que também passaram por experiência semelhante.

Recurso é comum em países orientais

Segundo a candidata a doutorado na Universidade de Wisconsin que estuda o impacto psicológico dos filtros de beleza, Amy Niu, na China e em alguns outros lugares, alguns aplicativos adicionam um filtro de beleza sutil por padrão. O TikTok é de uma empresa chinesa, por isso esse experimento pode ter sido algo proposital, mas que não deveria ter vazado para tanta gente, especialmente fora do país asiático.

A versão chinesa do TikTok, chamada Douyin, possui um modo de beleza integrado. Amy Niu explica que mesmo quando ele está desativado, ainda é possível notar alguns ajustes sutis no rosto.

O rosto mais afinado é uma característica de beleza apreciada pelos orientais (Imagem: tirachardz/freepik)

“Ter filtros de beleza em um aplicativo não é necessariamente uma coisa ruim, mas os designers de aplicativos têm a responsabilidade de considerar como esses filtros serão usados ​​e como eles mudarão as pessoas que os usam. Mesmo que fosse um bug temporário, ele poderia ter um impacto na forma como as pessoas se veem”, disse Niu.

De fato, ninguém é obrigado a se adequar a determinado padrão de beleza, principalmente quando ele é tão diferente do que você considera como belo. Isso pode desencadear problemas psicológicos severos e afetar a autoestima das pessoas.

O Canaltech entrou em contato com o TikTok Brasil. A empresa disse que a falha afetou apenas algumas contas e que tudo foi solucionado. "Resolvemos o problema que algumas contas estavam enfrentando ao gravar vídeos", declarou um porta-voz da companhia.

Fonte: MIT Technology Review

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.