Spotify Greenroom é o mais novo rival do Clubhouse à sua disposição

Spotify Greenroom é o mais novo rival do Clubhouse à sua disposição

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Junho de 2021 às 11h58
Divulgação/Spotify

O Greenroom, aplicativo de áudio ao vivo criado para rivalizar com o Clubhouse, foi lançado nesta quarta-feira (16) para iOS e Android. O programa é de propriedade do Spotify, o maior serviço de streaming musical do mundo, e marca a entrada da companhia na briga pelas plataformas de mídias sociais voltadas para conversas por voz.

A principal diferença do Greenroom para os demais é que ele se propõe a entregar uma experiência mais temática, voltada para esportes, música e cultura. O Spotify recomenda que as pessoas se inscrevam e testem todos os recursos para relatar como pretendem usar o aplicativo.

A plataforma chega com praticamente os mesmos recursos do Locker Room, o app que deu origem ao Greenroom (Imagem: Divulgação/Spotify)

O Greenroom foi anunciado de maneira discreta, apenas por meio de um comunicado no blog da companhia, e isso pode ser uma estratégia proposital de ambientação, já que a ideia parece ser levar as principais funcionalidades para o aplicativo do Spotify em algum momento. Os desenvolvedores devem analisar tudo que der certo ou errado para aprimorar e ajustar ao serviço de músicas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O aplicativo é construído sobre a base do Locker Room, criado pela empresa Betty Labs e comprado em março pelo Spotify. Antes, o foco era exclusivo em conteúdo esportivo, por isso optou-se por mantê-lo como um dos temas, mas com a adição de outros dois mais alinhados com o público-alvo que consome as músicas online.

As mudanças na aparência são as mais perceptíveis neste primeiro momento. A identidade visual foi ajustada para um esquema de cores verde e preto, para ter ligação com o Spotify obviamente, além de um logotipo e fontes renovados. Quanto às funcionalidades, o app agora deixa você gravar o áudio de toda a conversa, o que permitirá a adaptação do conteúdo para o formato de podcast — isso pode ser bem interessante quando estiver integrado ao Anchor, para facilitar a distribuição.

Quem já é usuário do Spotify pode fazer login usando as suas credenciais. Será necessário apenas marcar quais os temas de interesse, usados para exibir conteúdo relacionado, como gêneros musicais ou times esportivos favoritos.

Dá para criar salas temáticas e convidar pessoas para debater por áudio (Imagem: Divulgação/Spotify)

Fundo para criadores

O Spotify já havia anunciado planos de manter um fundo para remuneração de criadores de conteúdo. Embora ainda não haja muitos detalhes, ele deve seguir o modelo de outras plataformas, com pessoas sendo pagas com base na popularidade das suas criações.

A plataforma também deve fechar algumas parcerias com influenciadores específicos, no intuito de atrair mais gente para o serviço. Mais detalhes sobre isso são esperados nos próximos meses e devem chegar junto com a integração dos recursos à plataforma do Spotifty, afinal a rede não vai querer segmentar a sua audiência.

O serviço de músicas é um dos que possui mais chances de se consolidar no segmento, porque já tem a expertise e agrega um público mais alinhado com a proposta. Se conseguir o apoio de artistas e celebridades no mundo musical, pode ser que a proposta decole nesse sentido mais especializado. Caso contrário existe uma boa chance de ser abafado pelo Clubhouse, o Twitter Spaces ou as dezenas de outras iniciativas em desenvolvimento.

O Spotify Greenroom está disponível para Android e iOS. Já experimentou o novo Greenroom? O que achou da experiência com ele? Deixe seu relato nos comentários.

Fonte: Spotify

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.