Spotify cria recurso para que amigos montem e alimentem a mesma playlist

Por Felipe Ribeiro | 31 de Maio de 2019 às 14h29
Tudo sobre

Spotify

Saiba tudo sobre Spotify

Ver mais

O Spotify está testando um recurso inédito chamado "Social Listening", que permite que várias pessoas adicionem músicas a uma fila que todos possam ouvir. Você apenas digitaliza um QR code de escuta do Spotify de um amigo e qualquer pessoa pode adicionar músicas à playlist em tempo real. O Spotify poderia expandir o recurso para sincronizar a reprodução para que fosse possível ouvir as mesmas músicas simultaneamente, mas, por enquanto, isso não será feito.

O Social Listening tem potencial de dar ao Spotify um novo canal de crescimento viral, já que os usuários poderiam pedir que amigos fizessem o download do aplicativo para sincronizá-lo. A experiência íntima de coescuta pode levar a sessões mais longas com o Spotify, impulsionando anúncios ou retenção de assinatura. Além disso, poderia diferenciar o aplicativo do Apple Music, do YouTube Music, do Tidal e de outros serviços de streaming concorrentes.

O recurso foi visto pela primeira vez pela famosa blogueira Jane Manchun Wong. Ela descobriu o código do elemento enterrado no aplicativo do Spotify para Android, mas, por enquanto, ele está disponível apenas para funcionários do serviço de streaming. O Social Listening aparece no menu de dispositivos conectados que você pode abrir ao reproduzir uma música ao lado de dispositivos Wi-Fi e Bluetooth próximos.

Imagem: Jane Manchun Wong

Estranhamente, o Spotify removeu alguns de seus recursos sociais ao longo dos anos, eliminando a caixa de entrada de mensagens no aplicativo e, em vez disso, forçando os usuários a compartilhar músicas por meio de aplicativos de mensagens de terceiros. A falta de ênfase na descoberta por meio de amigos coloca o foco nas playlists de propriedade do Spotify.

Imagem: Jane Manchun Wong

Isso aumenta a influência sobre as gravadoras durante as negociações de taxa, pois é quem influencia quais músicas se transformarão em hits. Por isso, se os rótulos não forem reproduzidos corretamente, os artistas poderão não ser promovidos por meio de listas de reprodução.

O Spotify ainda não deu previsões de quando esse recurso estará disponível para todos.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.