Signal x WhatsApp: qual vale mais a pena?

Signal x WhatsApp: qual vale mais a pena?

Por Kris Gaiato | Editado por Bruno Salutes | 30 de Junho de 2021 às 21h50
(Imagem: Reprodução/Dimitri Karastelev/Unsplash)

O WhatsApp (Android | iOS | Mac | Windows) e o Signal (Android | iOS | Mac | Windows) dividem o pódio de mensageiros mais populares da atualidade, ao lado do Telegram. Apesar disso, muitos usuários não sabem as diferenças entre esses dois aplicativos. Embora tenham interfaces muito particulares, ambos possuem recursos semelhantes.

Entre os aplicativos de mensagens, o Signal conquistou reconhecimento gradativamente. No entanto, foi somente a partir das polêmicas envolvendo a nova Política de Privacidade do WhatsApp, que a plataforma viu sua popularidade decolar. Desde então, muitos usuários têm se aventurado no aplicativo pela primeira vez. Algumas pessoas, contudo, seguem em dúvida entre o WhatsApp e o Sinal. Veja abaixo as principais diferenças entre os rivais.

Signal x WhatsApp: qual vale mais a pena?

Viabilidade

Antes de comparar recursos, é necessário considerar a viabilidade de cada aplicativo. Para tanto, você precisa analisar se os seus contatos — ou pelo menos parte deles — utilizam os mensageiros. Do contrário, dificilmente você conseguirá migrar de um para o outro. Nesse quesito, o WhatsApp provavelmente sairá na frente. Afinal, apesar dos deslizes, o app ainda é o mais utilizado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segurança e privacidade

Os dados recolhidos pelo WhatsApp são bem mais numerosos. (Imagem: Reprodução/Apple)

O WhatsApp, apesar da criptografia de ponta a ponta que utiliza, decepciona em proteger os usuários. Além de recolher uma quantidade assustadora dados, o aplicativo ainda compartilha inúmeras informações com o Facebook, que alimenta anúncios publicitários através delas. Além disso, o recurso de mensagens temporárias do aplicativo (que promete elevar a privacidade), apaga os registros somente após 7 dias.

O Signal, por sua vez, não só ostenta a criptografia de ponta-a-ponta, como também vence de goleada em privacidade. Segundo a Apple, somente são coletadas informações de contato e, ainda assim, elas não ficam vinculadas aos usuários.

Como se isso não bastasse, a plataforma ainda oferece inúmeros recursos focados em segurança — não atoa, o aplicativo é apelidado de "rival ultrasseguro do WhatsApp”. Através dele, usuários podem receber avisos de prints, enviar imagens com visualização única, borrar rostos nas imagens e mais. Aliás, o Signal mostra a que veio com o seu recurso de mensagens efêmeras, que deleta registros em até 10 segundos.

Funcionalidades

Ambos os aplicativos oferecem funcionalidades em comum, como chamadas em grupo e chamadas em vídeo e voz. Aliás, já que mencionamos grupos, vale destacar que o mensageiro do Facebook permite reunir apenas 256 usuários, número que salta para 1.000 no Signal.

Embora se destaque nesse aspecto, o app não oferece o tão aclamado recurso de acelerar áudios, já presente no WhatsApp. Mas, considerando que o Telegram também possui a ferramenta, é possível que o Signal adote-a em um futuro próximo para igualar a concorrência.

Aliás, caso você esteja curioso, qualquer uma das opções permitem que usuários utilizem emojis, stickers e GIFs — o WhatsApp é mais generoso, mas não a ponto de prejudicar o seu concorrente.

Compatibilidade

Vale destacar também que, embora as duas opções tenham compatibilidade com iOS e Android, além de oferecer versões para o computador, somente o Signal disponibiliza um app para tablet — o que pode ser decisivo, se você troca muitas mensagens em aparelhos do gênero.

Personalização

Para a tristeza dos entusiastas da personalização, tanto o WhatsApp quanto o Signal deixam a desejar nesse aspecto, sobretudo quando comparados com o Telegram, que possui uma variedade grande o suficiente para deixar o usuário confuso.

Signal x WhatsApp: quadro comparativo

Recursos WhatsApp Signal
Chamadas em vídeo Sim Sim
Chamadas por voz Sim Sim
Chamadas em grupo Sim Sim
Acelerar áudios  Sim Não
Grupos Sim (de até 256 integrantes) Sim (de até 1.000 integrantes)
Canais/Comunidades Não Não
Apagar mensagens Sim (em até 1 hora) Sim (em até 3 horas)
Mensagens temporárias Sim (com prazo de 7 dias) Sim (com prazo de até 10 segundos)
Aviso de prints Não Sim
Mensagens de visualização única Não Sim
App para PC Sim Sim
App para tablets Não Sim
Criptografia de ponta-a-ponta Sim Sim

Afinal, qual mensageiro é melhor?

A resposta para essa pergunta está muito relacionada ao que o usuário procura. Como você pôde ver, ambos aplicativos oferecem recursos semelhantes. Apesar disso, ainda há espaço para destaques.

O WhatsApp sai na frente pela popularidade, o que facilita o seu uso, além de ter mais recursos de comunicação (como a aceleração de áudio). Já o Signal oferece bem mais segurança e privacidade para os usuários, além de ferramentas com foco na privacidade. Portanto, para escolher a melhor opção, você deve analisar quais características são mais importantes para você em um mensageiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.