Serviços online da Microsoft deixarão de funcionar no Internet Explorer 11

Por Rubens Eishima | 18 de Agosto de 2020 às 14h52
Rubens Eishima/Canaltech

A Microsoft não vai matar o Internet Explorer tão cedo, mas o navegador deixará de ser compatível com diversos serviços da empresa daqui um ano. A partir de novembro de 2020, aplicativos do pacote Microsoft 365 não oferecerão suporte ao programa, processo que termina completamente no dia 17 de agosto de 2021. Além disso, o antigo Edge (a versão original, não baseada no Chromium) deixará de receber atualizações em março do ano que vem.

Segundo a empresa, o Internet Explorer poderá apresentar erros ou mesmo não funcionar de maneira alguma com serviços web como o Teams, Word, Excel, PowerPoint e Outlook. Aos usuários, a empresa recomenda a utilização do novo navegador Edge, lançado em janeiro e distribuído em junho pelas atualizações do Windows.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A Microsoft informou ainda que o Internet Explorer 11 segue a política de suporte do Windows 10, já que é um componente integrado do sistema, e continuará a receber atualizações de segurança. Ou seja, caso a Microsoft mantenha a estratégia de que o Windows 10 é a última versão do sistema operacional, o IE11 continuará a ter suporte oficial indefinidamente.

A manutenção do suporte ao IE11 foi reforçada pela Microsoft, já que muitas empresas mantêm sistemas que funcionam apenas no (defasado) navegador. Para esses casos, a sugestão oficial é utilizar o modo Internet Explorer disponível no Edge, que abre uma aba dentro do novo navegador com a compatibilidade do antigo. Isso, porém, não garante que os serviços da própria MS funcionem corretamente.

Adeus, Edge velho

Enquanto o Internet Explorer segue vivo (ainda que não forte), a primeira encarnação do navegador Edge já tem data para partir. Com a distribuição do novo Edge baseado no código aberto do Chromium, a Microsoft anunciou o fim do suporte ao navegador legado para o dia 9 de março de 2021.

A atualização de recursos do Windows 10 para o segundo semestre de 2020 — conhecida provisoriamente como 20H2 — já incluirá o novo Edge, substituindo o antigo navegador para quem ainda não fez a migração.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.