Neil Young ameaça tirar suas músicas do Spotify por negacionismo na pandemia

Neil Young ameaça tirar suas músicas do Spotify por negacionismo na pandemia

Por Munique Shih | Editado por Douglas Ciriaco | 27 de Janeiro de 2022 às 10h03
Reuters

A presença de fake news e desinformação sobre a vacinação contra a covid-19 no Spotify tem deixado o músico canadense Neil Young bastante insatisfeito com a plataforma. O roqueiro comunicou por meio de seu site oficial que removeria suas músicas do streaming caso nenhuma ação fosse tomada.

"Estou fazendo isso porque o Spotify está espalhando informações falsas sobre vacinas — potencialmente causando a morte daqueles que acreditam na desinformação espalhada por eles. Por favor, aja imediatamente hoje e me mantenha informado sobre o cronograma", escreveu Young na publicação que foi apagada.

O comunicado foi direcionado a Frank Gironda, seu gerente, e Tom Corson, o copresidente e chefe de operações da Warner Records, que lança a música de Young através de seu selo Reprise Records.

O The Joe Rogan Experience, do comediante Joe Rogan, um dos podcasts mais populares da plataforma, é o programa que tem deixado Young furioso com o Spotify. “Quero que vocês avisem o Spotify imediatamente HOJE que quero todas as minhas músicas fora da plataforma deles… Eles podem ter Rogan ou Young. Não os dois”, disse o músico.

Eles podem ter Rogan ou Young. Não os dois”, disse o músico (Imagem: Reprodução/Reuters/Joshua Roberts)

O humorista demonstrou atitudes bastante controversas durante a pandemia. Além de apoiar o movimento antivacina, já recomendou ivermectina para tratar a covid-19, mesmo depois da comprovação da ineficácia do remédio contra a doença.

No mês passado, 270 médicos, cientistas e profissionais da saúde assinaram uma carta aberta solicitando que o Spotify implementasse uma política para lidar com a desinformação propagada por Rogan, principalmente em relação ao tema da covid-19.

Gironda confirmou que a carta era autêntica para a The Daily Beast. "É algo que é realmente importante para Neil. Ele está muito chateado... estamos tentando descobrir alguma forma de resolver a situação agora mesmo", disse ele. O Spotify, a Warner Music Group e a The Joe Rogan Experience ainda não responderam publicamente sobre o ocorrido

Fonte: theguardian,VEJA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.