Navegador abre mão de VPN para proteger privacidade dos usuários; entenda

Navegador abre mão de VPN para proteger privacidade dos usuários; entenda

Por Rubens Eishima | 17 de Agosto de 2020 às 07h21
Vivaldi

O navegador Vivaldi anunciou o lançamento da versão 3.2 para Android na semana passada, incluindo uma série de recursos para aprimorar a proteção da privacidade do usuário, como melhorias nos bloqueadores de rastreamento e anúncios. Algo que alguns podem ter sentido falta, porém, foi a inclusão de uma VPN, ferramenta oferecida por certos concorrentes com a promessa de incrementar a privacidade da navegação.

Segundo o CEO da empresa, entretanto, não há planos atualmente para a integração do recurso. O motivo é justamente a preocupação com a privacidade, afirmou Jon von Tetzchner, criador e CEO do Vivaldi que já havia ganhado notoriedade por ser o criador do Opera. Em entrevista ao site TechRadar, ele explicou o porquê da decisão:

“Todos os serviços de terceiros possuem problemas relacionados à privacidade. Sempre há a questão de poder confiar em quem fornece o serviço.”

Enquanto o serviço de VPN oferecido pelo Opera se trata mais de um servidor proxy (intermediário) que mascara a conexão, outros navegadores usam VPN fornecidos por empresas terceirizadas, caso da Mullvad para a Mozilla/Firefox.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Apesar de geralmente disponibilizarem suas políticas de privacidade, as empresas de VPN funcionam como caixas pretas às quais as desenvolvedoras dos navegadores precisam confiar, sem muitas opções para comprovar a aplicação dos termos.

Assim, provavelmente o Vivaldi ganhará uma VPN apenas quando a própria companhia for capaz de desenvolver e implementar uma tecnológia própria nesse sentido — ou quem sabe adaptar algo de código aberto às suas necessidades, mas mantendo o controle da ferramenta.

Novidades no Vivaldi

Tratando dos recursos disponíveis no navegador, o blog do Vivaldi listou melhorias de estabilidade, novas funções para os bloqueadores de rastreamento e anúncios, além da exibição dos botões de abas para o rodapé da tela.

A nova versão 3.2 para Android permite gerenciar e habilitar diversas listas para bloqueio de serviços que rastreiam a navegação, permitindo até mesmo incluir listas personalizadas.

Barra de navegação de abas foi movida para o rodapé da tela (imagem: Vivaldi)

Uma novidade bem-vinda para donos de celulares com telas grandes é a possibilidade de mudança da barra de abas para o rodapé da tela, facilitando a troca de páginas. A mudança segue uma alteração semelhante aplicada às barras de opções para downloads, histórico, favoritos e anotações.

Fonte: Vivaldi, TechRadar

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.