Microsoft começa a liberar nova versão do Teams integrada ao Windows 11

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Julho de 2021 às 13h27
Reprodução/Microsoft

Promessa feita é promessa cumprida, ainda que atrasada. A Microsoft anunciou a liberação da nova versão do Teams (apelidada não oficialmente de "Teams 2.0") para testadores cadastrados no programa Windows Insiders. A principal novidade é a arquitetura renovada para oferecer desempenho otimizado e uma aparência mais condizente com o Windows 11.

O novo Teams permite a conexão com pessoas de forma mais conveniente para quem usa o sistema operacional recém-anunciado da Microsoft. Diretamente do PC, o usuário pode conversar com pessoas em qualquer outro dispositivo, seja no desktop, celular ou pela versão web, via navegador.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Teams será completamente integrado à arquitetura do Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

O design não mudou tanto, mas apresenta cantos arredondados, efeitos e visuais coerentes com o resto da experiência do Windows 11. O programa deve se alinhar ao tema ativo e oferecer suporte total às versões claro e escuro.

Por enquanto, as possibilidades ainda estão limitadas: só dá para fazer login, adicionar contatos e conversar em bate-papos individuais e coletivos. Nas próximas semanas, os desenvolvedores prometem habilitar as chamadas de áudio e vídeo, reuniões, compartilhamento de tela e outros recursos.

Como ainda está em fase de testes, alguns usuários podem não ter acesso ao histórico de chat neste momento. A ideia é que tudo seja normalizado em breve e a sincronização seja feita de forma automática.

Direto no Windows 11

Quem já experimenta o Windows 11 sentiu falta do Teams integrado, conforme foi prometido na apresentação de lançamento da Microsoft. A gigante do software disse que estava nos últimos retoques para garantir a plena compatibilidade, o que finalmente começa a acontecer.

Para contatar alguém, em vez de clicar no ícone do bate-papo, abrir a interface e procurar pela conversa, será possível já recuperar imediatamente tudo que for mais recente. Responder a chamados deve ser igualmente mais simples, com a possibilidade de clicar na notificação para já remeter uma mensagem com apenas um clique, assim como iniciar uma videoconferência.

É possível responder na própria notificação (Imagem: Reprodução/Microsoft)

O bacana é que as notificações vão respeitar o sistema de foco instituído pelo usuário. Por isso, se você tiver desabilitado os alertas após as 19h, não terá interrupções na navegação após esse horário — uma ótima notícia para quem tem chefe que manda mensagem em horários inconvenientes ou aos finais de semana.

Essas novidades devem poupar bastante tempo e trazer ganhos em termos de produtividade. Se precisar de opções mais avançadas, o Teams completo estará ali, pronto para ser executado em sua forma real.

Outras facilidades integradas

O novo Teams deve trazer a possibilidade de adicionar contatos por meio do endereço de e-mail ou do número de telefone. Chega de códigos ou links: é só digitar ou sincronizar com a sua agenda e sair adicionando as pessoas que seja — quem usou o Skype ou Outlook antes deve se beneficiar dessa opção.

Se você digitar o e-mail ou telefone de alguém que não o tem instalado, o sistema avisará e dará a opção de convidar o outro para entrar para o programa. Caso queira fazer isso, a outra parte deve receber um link para instalar o app ou acessá-lo pelo navegador.

Embora não seja uma revolução visual, o Teams passou por adequações à aparência do Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Além disso, o Teams para Windows 11 conta com as vantagens de se usá-lo em um sistema desktop, como o compartilhamento de tela, o teclado físico, as janelas maiores e a facilidade para trocar arquivos apenas com o arrastar.

Por enquanto, o app está disponível apenas em inglês e não possui compatibilidade com o modo offline. A expectativa é de levá-lo para mais regiões do mundo assim que o processo de correção de bugs e aprimoramentos avançar, mas ainda não dá para saber quando isso deve ocorrer.

Como está a expectativa para a versão atualizada do popular mensageiro da Microsoft? Deixe suas impressões nos comentários.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.