Mais um bot musical do Discord será encerrado por ordem do Google

Mais um bot musical do Discord será encerrado por ordem do Google

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Setembro de 2021 às 09h02
Divulgação/Discord

Mais um bot do Discord tem seus dias contados por ordem do Google. O Rythm, o “toca músicas” mais popular da plataforma roxinha, será encerrado no dia 15 de setembro por violar os termos de uso do YouTube.

O fim do Groovy mostrou que o Google estava à caça de bots do Discord que violavam as regras do seu serviço de streaming de música e vídeo. Os bots musicais puxam músicas de várias origens, incluindo a plataforma da gigante, o que implica em uso comercial indevido das capacidades do serviço.

O Rythm, hoje, faz a festa para mais de 560 milhões de usuários espalhados em mais de 20 milhões de servidores que contam com sua presença. Para se ter uma ideia da proporção dessa popularidade, 150 milhões de pessoas entram no Discord mensalmente — e 30 milhões delas ativavam o robô musical. A demanda deve ter aumentado depois que o Groovy se foi, semanas atrás.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vá em paz, Rythm (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Para o criador do Rythm, sujeito conhecido como Yoav, a ordem do Google não foi uma surpresa. “De um jeito ou de outro sabíamos que isso eventualmente aconteceria”, explicou ao site The Verge. “Quando o Groovy recebeu [a ordem de ‘cessar e desistir’], só indicou que isso aconteceria um pouco mais cedo”, completou.

A antecipação movimentou a equipe do Rythm para trabalhar em uma novidade ainda não anunciada, mas também relacionada a música. Yoav se diz empolgado com esse projeto, que também terá conexão com o Discord, mas não está pronto para falar sobre ele ainda.

Todos os bots devem ter dias contados

“Penso que, agora que recebemos a carta, todos os bots de música também a receberão nas próximas semanas, e acredito fortemente que todos serão encerrados”, prevê Yoav. Segundo o criador do Rythm, que é um usuário bem antigo do Discord, esses bots “trazem muita diversão e envolvimento para a comunidade” e será difícil imaginar a plataforma sem eles.

O Discord dá liberdade para programadores criarem e implementarem os bots que quiserem, mas sem ter qualquer envolvimento com os projetos. Em uma alternativa para debandada de robôs “toca músicas”, o YouTube e o Discord colaboram na construção de uma ferramenta que permite criar uma sessão conjunta entre usuários no serviço de streaming do Google. Não seria uma solução exatamente igual a Rythm, Groovy ou semelhantes, mas pode suprir a necessidade de ter um som na chamada de voz.

É o fim da música ilimitada, das playlists compartilhadas e as várias outras funcionalidades de bots musicais do Discord. Você era um dos usuários dele? Como seu servidor está lidando com esses encerramentos? Comente logo abaixo.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.