Loggi lança alternativa aos Correios para envio de encomendas

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 02 de Maio de 2023 às 13h17

Link copiado!

Reprodução/Loggi
Reprodução/Loggi

A Loggi anunciou o lançamento do seu novo serviço de entregas para pessoas físicas. Chamado Loggi Fácil, a novidade seria uma forma de atuar em um mercado hoje dominado pelos Correios e ainda pouco explorado com sucesso por empresas privadas.

Como o nome sugere, a principal vantagem do serviço seria a facilidade de uso. O cliente não precisa se deslocar até uma agência física da empresa, pois todo o processo será feito pelo aplicativo, algo semelhante aos serviços de entrega de Uber e 99.

Continua após a publicidade

A encomenda é retirada na casa do cliente e entregue no destino. A Loggi fica responsável por embalar o produto, se o cliente não tiver feito isso em casa, e coletar o material no dia e horário combinado.

O Loggi Fácil aposta em grandes cidades para se firmar no mercado e inicia a modalidade nos seguintes municípios:

  • Belo Horizonte;
  • Campinas;
  • Curitiba;
  • Londrina;
  • Guarulhos;
  • Ribeirão Preto;
  • Rio de Janeiro;
  • São Paulo.

A ideia é expandir o serviço para outras localidades em breve.

Continua após a publicidade

Loggi quer expandir mercado

Em entrevista concedida ao Estadão, o vice-presidente da Loggi, Grégoire Balasko, não falou sobre a concorrência direta com os Correios. Na verdade, a Loggi tem parceria com a estatal para fazer entregas em algumas rotas.

Talvez seja justamente por isso que a empresa decidiu apostar no serviço. Após operar a logística de entrega em algumas localidades, a Loggi pode ter adquirido o conhecimento suficiente para atuar sozinha no nicho.

“O Brasil tem um grande potencial. Algumas pesquisas mostram que em outros países a média anual de envio por pessoa é de 65 pacotes por ano. No Brasil, esse número é de seis”, explica Balasko.

Continua após a publicidade

Briga por um mercado complexo

Essa baixa adesão pode ser pela complexidade de enviar produtos e pacotes pela estatal de entregas. Embora esteja presente no Brasil inteiro, nem todos os municípios contam com agências dos Correios. Em muitas localidades, é preciso rodar algumas centenas de quilômetros para despachar um pacote, o que obviamente desestimula muita gente.

Além disso, há muita reclamação sobre a demora nas entregas e sobre a qualidade do serviço prestado. O comércio eletrônico de produtos dependeu durante muitos anos da estatal, mas hoje já conta com entregas feitas por outras empresas. O problema é que isso nunca chegou a ser expandido para envios entre pessoas físicas.

A expectativa da Loggi é movimentar até 1 milhão de pacotes por dia até o final de 2023. Se o Loggi Fácil tiver um preço atrativo, igual ou inferior aos Correios, vai ser difícil não fazer sucesso junto ao público.

Continua após a publicidade

Como enviar um pacote pela Loggi Fácil?

Para fazer o envio de uma encomenda pelo Loggi Fácil, é só seguir o passo a passo abaixo:

  1. Baixe o app no celular (Android | iOS) e crie sua conta;
  2. Informe o endereço da retirada e do destino do pacote;
  3. Selecione o tamanho do pacote;
  4. Confira as opções de entrega e escolha a mais adequada;
  5. Agende o horário de retirada: a empresa trabalha sempre com uma janela de duas horas;
  6. Após concluir o processo, escreva o código do pedido no seu produto;
  7. No dia da coleta, é só entregar o produto ao entregador com o código.
Continua após a publicidade

Todas as informações sobre o rastreamento, como o andamento da entrega, estarão disponíveis na sua conta do aplicativo. Este código também poderá ser compartilhado com o destinário para o monitoramento do envio.

Fonte: Estadão