Huawei lança buscador próprio para disputar mercado com o Google

Huawei lança buscador próprio para disputar mercado com o Google

Por Diego Sousa | 11 de Setembro de 2020 às 15h40
Reprodução/Gizchina

A Huawei já começou a expandir seu ecossistema para depender cada vez menos de outras empresas e confirmou nesta quinta-feira (11) que vai concorrer com o Google no mercado de buscadores com o Huawei Search. A novidade foi apresentada durante a Huawei Developer Conference 2020.

A ferramenta vinha sendo especulada desde março deste ano, quando foram encontradas referências ao buscador em um arquivo APK. Na época, foi informado que a Huawei estaria recrutando usuários nos Emirados Árabes Unidos para testar um novo aplicativo chamado "Huawei Search".

Segundo o presidente de Consumo e Serviços em Nuvem da Huawei, Zhang Pingan, o buscador da empresa será exclusivo para celulares da marca em mais de 150 países e 50 línguas. Não foi informado mais detalhes sobre como a ferramenta funcionará, mas ela deve fornecer resultados vindos do Petal Search, mecanismo de buscas desenvolvido pela empresa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Huawei Mobile Services já é usado por mais de 700 milhões de usuários (Foto: Reprodução/My Drivers)

A Huawei já usa seu próprio de mecanismo de rastreamento e indexação para encontrar resultados em alguns países da Europa, como Espanha e Turquia, mas ainda exibe conteúdos vindos de outras plataformas bastante populares no continente europeu, como o Qwant e o Yandex.

Durante a conferência, a empresa anunciou uma série de parceiros de pesquisas, abrangendo quatro categorias principais: notícias, compras, negócios locais e viagens. Ao que parece, as empresas poderão inserir seus resultados no Petal Search por meio das APIs da marca.

Huawei Search será exclusivo de smartphones da Huawei (Foto: Reprodução/Gizchina)

Ecossistema crescendo

Com o lançamento, a Huawei também disponibilizará seus principais mecanismos de serviço do Huawei Mobile Services (HMS) a desenvolvedores globais. São eles: publicidade, navegação, mapa, pesquisa e pagamento. O objetivo é permitir o desenvolvimento de um ecossistema completo baseado no conjunto de serviços próprios da empresa.

Segundo o executivo, o Huawei Mobile Services se tornou o terceiro maior ecossistema mobile do mundo, atrás apenas do iOS e do Google Mobile Services. Os números são surpreendentes: em apenas um ano, o número de desenvolvedores aumentou 98%, indo de 910 mil para 1,8 milhão; já a quantidade de aplicativos disparou de 43 mil para 96 mil, um aumento de 123%. No total, são mais de 700 milhões de usuários ao redor do mundo.

Será que um dia a Huawei e o seu HarmonyOS será capaz de superar o Google com o Android? Deixe a sua opinião nos comentários.

Fonte: Android AuthorityGizchina; MyDrivers (chinês)    

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.