Google reduz taxa de pequenos desenvolvedores por vendas via Play Store

Por Igor Almenara | 16 de Março de 2021 às 17h12
Reprodução

Na busca de criar um ambiente mais sustentável para os desenvolvedores, o Google reduziu a taxa cobrada sobre vendas feitas na Play Store. A Gigante das Pesquisas reduziu a fatia tomada das arrecadações para promover crescimento dos menores criadores que compõem a plataforma.

De cada negociação — seja de aplicativo ou vendas internas —, o Google tomará cerca de 15% do valor arrecadado para o primeiro US$ 1 milhão arrecadado pela desenvolvedora. Segundo a companhia, essa porcentagem leva a uma redução de 50% dos honorários sobre os menores contribuidores da plataforma e dará mais espaço para eles evoluírem nessa “fase crítica” e ampliarem equipe e infraestrutura por trás dos apps.

“Acreditamos que essa abordagem mais justa se alinha com a missão do Google de encurtar o caminho para o sucesso de desenvolvedores”, explica a companhia. “Como uma plataforma, nós não seremos bem-sucedidos se nossos parceiros não estiverem realizados”, complementa.

A iniciativa deve agradar os pequenos desenvolvedores e abre espaço para um ecossistema mais sustentável, com uma jornada menos turbulenta para as equipes ainda com pequenas margens de lucro. Os grandes desenvolvedores, por sua vez, continuarão com 30% das suas vendas tomadas pelo Google.

Ainda conforme a dona do Android, os honorários reduzidos começarão a valer no dia 1° de julho deste ano — a empresa promete “mais detalhes” nos próximos meses. Como desenvolvedor, é importante estar atento a futuros comunicados da companhia.

A reação dos grandes

Para a Epic Games, que encara uma disputa judicial contra o suposto monopólio de Google e Apple para a disputa de aplicativos, o corte é significativo e favorece os pequenos desenvolvedores, mas “não ataca a raiz do problema”.

“Seja 15% ou 30% de cada aquisição feita na Google Play Store, desenvolvedores ainda são forçados a utilizar o sistema de pagamentos do Google. O Android precisa ser mais aberto para a competição, com o mesmo espaço em campo para plataformas, criadores de apps e provedores de serviços. Competitividade nos métodos de pagamento e distribuição de aplicativos são apenas caminhos para a um mercado justo de apps”, pontuou um porta-voz da companhia ao site XDA Developers.

A insatisfação dos maiores competidores deve continuar, portanto. Essa disputa pode resultar em grandes mudanças na experiência com smartphones e o mercado de aplicativos como um todo, portanto é válido manter um olho atento aos desdobramentos.

Fonte: Google, XDA Developers  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.