Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Google Play vai exigir que apps informem como são usados os seus dados

Por| Editado por Claudio Yuge | 06 de Maio de 2021 às 18h10

Link copiado!

Divulgação/Google
Divulgação/Google

O Google revelou nesta quinta-feira (5) que vai mudar suas políticas do Google Play para trazer mais transparência aos aplicativos disponíveis na loja. A partir de 2022, uma nova seção de segurança vai passar a informar quais tipos de dados são coletados por cada software, bem como as medidas de segurança adotadas por seus desenvolvedores.

Com a medida, a loja segue o mesmo caminho da Apple, já que App Store passou a exibir informações semelhantes há alguns meses. Segundo o Google, a mudança vai ajudar pessoas a entenderem quais informações privadas estão compartilhando ao instalar um aplicativo, bem como quais diretrizes de segurança são adotadas para preservar seus dados .

Continua após a publicidade

A empresa promete que vai oferecer aos desenvolvedores um espaço no qual poderão contextualizar as exigências de acesso a seus aplicativos. Também será possível informar sobre o uso de práticas seguras (como o uso de criptografia), se o aplicativo corresponde às políticas familiares do Google e se o usuário pode ou não optar por desligar a permissão a dados específicos enquanto usa o software.

Confira a lista de elementos que vão poder ser informados pelos desenvolvedores:

  • As práticas de segurança de apps;
  • Se o app segue as políticas familiares do Google;
  • Se os dados coletados são indispensáveis para o funcionamento do app;
  • Se a segurança do app foi verificada por uma entidade independente;
  • Se é possível eliminar os dados coletados durante o processo de desinstalação.

Em seu comunicado, a empresa afirma que todos os conteúdos do Google Play vão ser obrigados a seguir as novas regras, incluindo aqueles criados pelo próprio Google. Enquanto a mudança deve acontecer de forma gradual para os softwares que já estão no ar, todos os apps submetidos a partir do segundo trimestre de 2021 vão ter que incluir as informações exigidas para serem aprovados.

Fonte: Android Developers Blog