Google Fotos | Por que algumas pessoas ainda têm backup ilimitado?

Google Fotos | Por que algumas pessoas ainda têm backup ilimitado?

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Junho de 2021 às 10h30
Alveni Lisboa/Canaltech

Desde o dia 1° de junho, o Google Fotos deu fim ao armazenamento ilimitado na nuvem, porém essa mudança não parece ter sido aplicada para todo mundo. Alguns usuários sortudos compartilharam no Reddit que a limitação ainda não entrou em vigor para eles, que continuam salvando arquivos sem consumir o espaço de suas contas.

Acontece, na verdade, é que a nova política (com limite de espaço) está sendo implementada gradativamente, assim como diversas outras atualizações de aplicativos ou serviços do Google. A renovação de políticas não foi acionada para todos os usuários simultaneamente, porém, a partir da fatídica data, o armazenamento limitado passou a ser suspenso para todos.

Mas não vá cantando vitória se o seu armazenamento ainda não estiver limitado. Assim que sua conta passar no pente do Google, suas fotos enviadas ao servidor da empresa a partir de então começarão a ocupar o espaço de armazenamento na nuvem sem nenhum privilégio. A implementação, inclusive, acontecerá sem qualquer aviso.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Outra teoria levantada pelo Google para o site Android Police é de que houve um atraso entre o armazenamento dos arquivos e o registro na ocupação da nuvem. O monitor da conta Google pode não ter processado a presença de novos arquivos a tempo de refletir a adição dos novos arquivos.

Tudo que é bom dura pouco

O Google anunciou no fim do ano passado que o fim do armazenamento ilimitado chegaria. Anteriormente, fotos salvas em “alta qualidade” (de até 16 megapixels) não ocupavam o espaço disponível para cada conta — 15 GB para usuários gratuitos.

Naturalmente, o Google Fotos se tornou um lar extremamente atrativo para salvar centenas ou milhares de fotos por tempo indeterminado. Afinal, usuários não precisavam se preocupar com o gerenciamento do backup e os registros estariam disponíveis em qualquer dispositivo conectado a conta Google, inclusive pelo navegador.

Entretanto, isso mudou em junho deste ano, quando a Gigante suspendeu essa vantagem. Qualquer arquivo salvo na nuvem após a implementação da nova política ocuparia espaço no armazenamento da conta; fotos e vídeos guardados antes disso continuariam livres da mudança.

Fonte: Android Police, Reddit (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.