Google exigirá endereço físico de desenvolvedor para evitar golpes na Play Store

Google exigirá endereço físico de desenvolvedor para evitar golpes na Play Store

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Junho de 2021 às 11h55
Mika Baumeister/Unsplash

Não é de hoje que a Play Store é alvo de tentativa de golpes por desenvolvedores maliciosos e seus apps projetados para enganar o usuário. Apesar de a loja ter endurecido as regras, as fraudes continuam e o Google tem trabalhado para melhorar a integridade do ambiente.

Em breve, os desenvolvedores terão que fornecer endereço físico, além de verificar seu acesso a um e-mail verdadeiro e o número de telefone associados à conta. Esse dado pode ser da própria residência, caso o criador seja independente e não esteja vinculado a nenhuma empresa do segmento.

Novas medidas de segurança estão sendo tomadas para evitar fraudes na Play Store (Imagem: Divulgação/Google)

Segundo o Google, o endereço físico permanecerá oculto e será usado apenas para fins de confirmação da identidade. Ainda não está claro se a empresa pretende enviar algum tipo de código para o local informado, mas possivelmente isso esteja nos planos como fator de checagem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

As políticas de segurança também devem começar a proibir o uso de recursos voltados exclusivamente para atrair cliques, como letras maiúsculas, emoji nos títulos ou inclusão de frases como “baixe agora”. A ideia é evitar que as pessoas sejam iludidas por esse tipo de marketing agressivo que pode potencializar os golpes.

Outra exigência será o login em duas etapas, assim evita-se que uma conta verdadeira seja roubada para uso indevido por terceiros. Tudo isso será necessário para aumentar a segurança e garantir que se tratam de pessoas reais.

Comércio clandestino de contas

Segundo o site The Record, essa iniciativa do Google seria uma resposta a denúncias envolvendo uma suposta máfia de criação de contas falsas de desenvolvedores. Estaria ocorrendo um comércio ilegal em fóruns de internet, nos quais é possível comprar por US$ 89 cada conta original. Esse tipo de fraude é usado para permitir que qualquer pessoa suba apps com malware ou técnicas para enganar usuários da Play Store.

Venda de contas originais da Play Store em fórum clandestino (Imagem: Reprodução/The Record)

Essa é uma mudança similar à ocorrida para as contas comuns do Google, vigente desde o início deste ano, cuja autenticação de dois fatores é considerada como requisito padrão. A partir de agosto, não será possível ter uma conta no sistema sem que seja fornecido um método alternativo de login para confirmação de identidade.

Fonte: The Record

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.