Google só vai aceitar na Play Store apps que tenham autenticação em 2 fatores

Por Ramon de Souza | 03 de Agosto de 2020 às 19h45
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

O Google anunciou, nesta segunda-feira (3), que vai tornar obrigatório o uso de autenticação em duas etapas (2FA) para todos os usuários do Google Play Console, o painel de administração empregado por desenvolvedores que publicam aplicativos no marketplace em questão. A novidade faz parte de uma série de iniciativas do Gigante das Buscas para tornar sua loja de apps ainda mais segura para os usuários finais.

Recentemente, a companhia já havia atualizado o Console permitindo que os gestores de uma equipe de grande porte definissem os privilégios de acesso para cada membro de seu time — dessa forma, o setor de marketing teria acesso apenas aos dados analíticos e não seria capaz de substituir a compilação atual do software, por exemplo. Com a nova obrigatoriedade do uso do 2FA, o objetivo é evitar invasões de agentes maliciosos.

Infelizmente, o comprometimento de contas de usuários do Google Play Console é algo muito comum. Criminosos sequestram os perfis para trocar as compilações dos aplicativos por versões falsificadas e carregadas com malwares. A autenticação dupla, ao requisitar um segundo fator para verificar a identidade do internauta (como um código aleatório disponibilizado via SMS ou em um app dedicado) dificulta bastante esse tipo de ação.

A obrigatoriedade, por enquanto, é válida apenas para novos usuários do Console; equipes e desenvolvedores independentes com contas já registradas terão um “tempo” para se adaptar às novas regras.

Fonte: Android Developers

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.