Google Chrome adiciona recurso para recarregamento instantâneo de página em PCs

Google Chrome adiciona recurso para recarregamento instantâneo de página em PCs

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 14 de Maio de 2021 às 16h15

Acusado de consumir muita memória RAM, o Google Chrome é considerado por muita gente como um navegador bom e versátil. E essa boa reputação vem das novidades que os desenvolvedores estão sempre em busca, como o novo recurso de carregar páginas instantaneamente.

A funcionalidade se chama “cache de back-forward” e vai desembarcar nas versões para desktop: Windows, macOS e Linux. Trata-se de mecanismo que mantém a página ativa mesmo depois que o usuário sai dela, tudo isso a fim de facilitar a sua retomada. As páginas ficam congeladas no cache do navegador (uma espécie de memória interna), sem executar nenhum tipo de código nem consumir memória ou processamento.

Essa possibilidade já existe no Android há algum tempo, mas ainda não havia desembarcado nos sistemas de mesa. O Chrome vai manter a página atual gravada e o último site visitado na navegação, o que deve permitir que o usuário utilize os botões avançar e voltar do navegador.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Note como a alternância entre sites é imediata (Imagem: Reprodução/Windows Latest)

Quando estreou no Android, o Google estimou um aumento de 20% na velocidade de uso somente com esta adição. Para os computadores de mesa e notebooks, isso não deve ser muito diferente: o vídeo produzido pelo portal Windows Latest mostra que a resposta é imediata.

Não se trata de nenhuma revolução, mas o “cachê reverso” faz com que o navegador pareça mais rápido, afinal a página já aparece logo que é aberto, sem a necessidade de esperar o carregamento via internet.

Impacto em sites

No caso de sites muito mutáveis, como portais de notícias, a página precisa ser recarregada para exibir as novas inserções. Já nos mais fixos, como homepages institucionais, a mudança visível será apenas na exibição de anúncios e alguns outros elementos que exigem conexão com a internet.

Dá para imaginar que alguns serviços mais complexos podem apresentar problemas com esse recurso, mas isso se resolve com um simples comando de atualizar a página. Parece um preço bem baixo a pagar para deixar o seu navegador ainda mais veloz.

O Memories deve mudar bastante o histórico do Chrome (Imagem: Reprodução/TechDowns)

Além de agilizar o carregamento de páginas, o novo Chrome pode trazer uma nova interface ao histórico. O Chrome Memories promete melhorar a experiência durante a consulta a páginas acessadas pelo browser, e isso porque o programa vai reunir tudo em um só local e em ordem cronológica, inclusive as buscas feitas em sites de pesquisa.

O Chrome 92, que deve trazer essas adições, ainda está em fase de testes na edição Canary. Não há previsão de quando o novo recurso pode chegar à versão estável para todos os usuários.

Já usa o recurso no seu smartphone? O que acha da adição para os computadores tradicionais? Deixe sua opinião no campo de comentários.

Fonte: Windows Latest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.