Google agora facilita a exclusão do histórico de pesquisa mais recente

Google agora facilita a exclusão do histórico de pesquisa mais recente

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 15 de Julho de 2021 às 17h30
PhotoMIX Company/Pexels

Excluir o histórico pode ser necessário em determinados momentos da vida, principalmente para quem precisa compartilhar o computador ou celular. Durante a conferência anual Google I/O deste ano, o Google anunciou uma maneira de excluir rapidamente os 15 últimos minutos de navegação, e agora a companhia começa a tirar isso no campo das promessa e deve incluir um atalho nos aplicativos para Android e iOS.

O usuário que quiser apagar os rastros recentes poderá fazê-lo ao tocar no avatar do perfil, o que revelará um botão chamado “Delete last 15 min” (Excluir últimos 15 minutos, em português). Hoje até dá para fazer isso, mas somente de modo manual: é preciso entrar no histórico e deletar um a um os últimos sites visitados.

O selo "New" mostrará a chegada do recurso(Imagem: Reprodução/Google)

Embora o Google já ofereça um modo de navegação anônima, que também não registra o histórico dos sites visitados, a ideia aqui parece ser algo mais emergencial. O recurso é voltado para quem acessou uma página, por engano ou não, e agora precisa que aquela informação seja excluída.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A gigante das buscas também anunciou oficialmente a capacidade de bloquear a página “Minha atividade” com uma camada extra de segurança. Para acessá-la, o usuário precisaria digitar as credenciais novamente, o que evitaria que usuários com dispositivos compartilhados tenham acesso a informações pessoais.

Dá para configurar o auto-delete para pagar o histórico após um tempo definido (Imagem: Reprodução/Google)

O recurso chega junto da capacidade de fazer com que o histórico da pesquisa seja apagado de forma automática a cada 3, 18 ou 36 meses. Com esse incremento, dá vai dar para apagar o passado recente e nem sempre agradável que outra pessoa poderia ver.

Até agora, o atalho já está disponível para iOS, mas ainda não foi disponibilizado para usuários do Android. A opção de personalizar o auto-delete já está liberada em ambas as plataformas.

Gostou do anúncio do Google? Quais os casos em que ele será mais útil? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.