Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Messenger agora permite editar mensagens enviadas

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 07 de Dezembro de 2023 às 11h52

Link copiado!

Divulgação/Meta
Divulgação/Meta
Tudo sobre Facebook

O Messenger recebeu nesta semana um pacote de novos recursos que incluem criptografia de ponta a ponta e a possibilidade de editar mensagens até 15 minutos depois do envio. A atualização, já disponível nas versões web, iPhone e Android, também inclui novos controles para mensagens de texto e voz, além de melhorias no compartilhamento de mídia em alta qualidade.

Mais privacidade

A principal adição é focada na segurança, com a criptografia similar à do WhatsApp sendo adicionada a todas as conversas e chamadas realizadas tanto pelo próprio Messenger quanto através do Facebook. O recurso, na verdade, estava disponível desde 2016, mas precisava ser ativado manualmente; agora, ele é padrão para toda comunicação que acontece pelo app.

Continua após a publicidade

Junto, vieram novas melhorias de segurança, como um maior controle de privacidade e preferências sobre quem pode entrar em contato, além de novas interfaces para denunciar ou bloquear alguém. Nos bastidores, a Meta também fala em uma nova engenharia com foco em proteção, o que inclui os servidores em que as conversas ficam armazenadas e um sistema mais ágil de recuperação de contas perdidas.

Novos controles para mensagens

Outra adição muito bem-vinda permite que mensagens enviadas sejam editadas. Isso pode ser feito em até 15 minutos pelo envio e, como acontece em outras plataformas, será claramente indicado como forma de evitar abusos e manipulações de conversas, com o original sendo mantido nos servidores da Meta.

É o contrário do que acontece com as mensagens temporárias, que agora podem ser configuradas para durar até 24 horas. A atualização também traz mudanças na interface, com indicadores mais claros sobre capturas e o próprio caráter perecível de um texto ou arquivo enviado — o recurso, também, só fica disponível nas conversas protegidas por criptografia.

Por fim, há ainda mudanças nas notificações de mensagens lidas, que podem ser configuradas caso a caso, e mudanças no funcionamento das gravações de voz. Além das necessárias opções de velocidade 1,5x e 2x, a Meta afirma que o Messenger ficou melhor em detectar quando alguém parar de ouvir, facilitando a retomada a partir de um mesmo ponto.

Mídia em alta definição

A Meta também anunciou mudanças no compartilhamento de arquivos, alterando o design das telas de envio e reduzindo a compressão dos arquivos. A mudança, afirma a empresa, veio após pedidos dos mais de 1,3 bilhão de usuários do Messenger, e acompanha uma nova organização de álbuns para fotos enviadas em sequência.

Continua após a publicidade

Ainda, a dona do Facebook e do Messenger anunciou que testa o envio de fotos e vídeos sem compressão com um seleto número de pessoas. O recurso deve chegar a todos que usam as plataformas dentro de alguns meses, enquanto o restante das novidades anunciadas nesta semana ficam disponíveis de forma segmentada, com a liberação geral acontecendo ao longo das próximas semanas.