COVID-19 | Facebook e Instagram reduzirão qualidade de vídeo no Brasil

Por Rubens Eishima | 24 de Março de 2020 às 10h09
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

Após Globo e Netflix, o Facebook anunciou que também reduzirá a qualidade das transmissões de vídeo de suas redes sociais no Brasil. A medida é temporária e vale também para os demais países da América Latina em transmissões feitas pelo Facebook e pelo Instagram.

A decisão acontece em um momento em que organizações de saúde recomendam que as pessoas evitem sair de casa durante a pandemia da COVID-19. A recomendação pode ter efeitos na infraestrutura de telecomunicações devido à quantidade de pessoas em isolamento doméstico trabalhando e se divertindo com o uso de serviços online.

Procurada pela reportagem do Canaltech, a empresa anunciou que a redução de tráfego será feito com a diminuição da taxa de dados dos vídeos — o chamado "bitrate", a medida é temporária e não tem prazo para ser revertida:

“Para ajudar a aliviar as redes neste período de alta demanda devido à pandemia de COVID-19, vamos reduzir temporariamente a resolução em bits dos vídeos no Facebook e Instagram na América Latina. Queremos garantir que as pessoas possam permanecer conectadas usando os aplicativos e os serviços do Facebook, e continuaremos trabalhando com nossos parceiros para administrar qualquer limitação de transmissão de dados", declarou um porta-voz do Facebook.

O Facebook informou à reportagem que a medida será mantida em vigor "enquanto for necessário" e que a empresa está "comprometida em fazer sua parte para ajudar a aliviar qualquer congestionamento da rede durante esse período".

Durante a semana passada, diversas plataformas de vídeos online anunciaram medidas semelhantes após pedido de um comissário da União Europeia ao YouTube e Netflix, dois dos serviços que mais ocupam o tráfego de dados da internet no mundo. Além das duas empresas, a Amazon (dona do serviço Prime Video) e o Facebook (dona da rede social Instagram) também aderiram à medida no continente.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.