Como usar o NuTap | Maquininha do Nubank

Como usar o NuTap | Maquininha do Nubank

Por Kris Gaiato | Editado por Guadalupe Carniel | 26 de Maio de 2022 às 19h00
(Imagem: Nubank/Divulgação)

O NuTap é a maquininha 100% virtual do Nubank que promete oferecer praticidade e economia para os negócios. O serviço funciona diretamente no celular, através do aplicativo da sua conta PJ no banco. Além disso, o cliente não precisa pagar mensalidade, arcar com aparelhos extras ou custo de adesão.

Através da maquininha, é possível realizar cobranças com cartões de crédito, débito e também Pix. A empresa, inclusive, indica que as taxas praticadas são 30% menores do que seus principais concorrentes — o que se justifica no custo operacional mais baixo.

Uma vez que o processo é virtual, o cliente não precisa esperar muito para utilizar o serviço. A solicitação é feita pelo próprio app do banco. Em seguida, a empresa fará uma breve análise do cliente. Se tudo estiver em ordem, basta acompanhar as instruções de instalação.

Como funciona o NuTap

Para realizar cobranças através do NuTap, é preciso que o cliente tenha um cartão de crédito ou débito com a tecnologia contactless, que permite realizar pagamentos por aproximação. No processo, inclusive, os dados e senhas do cartão são protegidos por criptografia e não são compartilhados.

Se o cliente possuir uma carteira digital, no celular ou em um relógio inteligente, o pagamento também pode ser realizado. Isso é possível devido à tecnologia NFC, sigla para Near Field Communication ou, em português, comunicação por campo de proximidade. Além de pagamentos contactless, essa tecnologia também permite transferir arquivos.

Basta aproximar o cartão com a função ativa, o celular ou o relógio na parte de trás do aparelho e aguardar alguns segundos. Inicialmente, apenas as bandeiras Mastercard e Visa são aceitas, mas a previsão é que as opções sejam ampliadas em breve.

Quanto custa o NuTap

Como já citado, o empreendedor não precisa arcar com os custos da maquininha virtual, anuidade ou taxa de adesão. Apesar disso, ele ainda terá que pagar uma comissão pelas vendas realizadas. No débito, o custo é de 1,49% e, no crédito à vista é de 3,19%. Em compras parceladas, a taxa varia conforme a quantidade de parcelas, mas a porcentagem máxima é de 12,49%.

Quem pode solicitar a maquininha virtual do Nubank

Até o momento, o serviço está disponível apenas para clientes da conta PJ do Nubank com sócio único. A funcionalidade ainda está limitada a celulares Android com tecnologia NFC. Para saber se o seu aparelho é compatível, acesse as configurações e, na aba “Conexões” (ou semelhante), procure por NFC ou pagamentos sem contato/contactless.

Como solicitar e instalar o NuTap

Na tela inicial da sua conta PJ, clique no botão “Conheça o NuTap”. Leia as informações sobre a maquininha virtual e selecione o comando “Começar a usar”. Na sequência, será feita uma análise para saber se você atende aos critérios do serviço e se o seu celular é compatível com a tecnologia.

Com tudo resolvido, uma nova tela será exibida e, nela, um convite para baixar um app adicional que processará as suas cobranças. Após a instalação, volte à tela inicial do app e note que o botão “Cobrar com NuTap” estará disponível.

Como cobrar com o NuTap

1. Após clicar no botão “Cobrar com NuTap” no app do Nubank (Android l iOS), escolha o valor do pagamento. Avance e, na próxima tela, selecione “Débito”, “Crédito à vista” ou “Crédito parcelado”;

Para usar o NuTap, é preciso ter uma conta PJ no banco de sócio único (Captura: Kris Gaiato)

2. Determine a quantidade de parcelas e, finalmente, peça ao cliente para aproximar o cartão, celular ou relógio inteligente do aparelho. Aguarde alguns segundos até a confirmação do pagamento. Ao final da operação, é possível enviar um comprovante para o celular do cliente.

As taxas variam conforme o número de parcelas da compra (Captura: Kris Gaiato)

Todas as vendas são creditadas em até um dia útil na sua conta PJ. Para acessar o registro de cobranças, entre na aba “Minhas vendas”. Lá você verá detalhes como data da transação, o valor cobrado, a taxa de juros aplicada e o valor que você vai receber com desconto. O app também informa o total faturado durante o mês.

Este artigo não é um publieditorial. Tem caráter unicamente informativo e não isenta o leitor quanto ao dever de tomar conhecimento e compreender a integralidade dos termos de uso do serviço mencionado na matéria jornalística aqui publicada. O Canaltech não se responsabiliza pelas condições e alterações de uso dispostas por empresas, plataformas ou agentes externos, sendo certo que a utilização de serviços de terceiros por parte dos nossos leitores ocorre exclusivamente por sua conta e risco.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.