Chrome testa ocultar ícone do cadeado em sites com HTTPS

Chrome testa ocultar ícone do cadeado em sites com HTTPS

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Agosto de 2021 às 16h09
Tati___Tata/Visualhunt

Anos atrás, o Google iniciou uma campanha para popularizar a adoção do protocolo HTTPS (Protocolo de Transferência Segura de Hipertexto, na tradução). Sites que não eram encorpados com o padrão criptografado teriam posicionamento prejudicado no buscador e outros recursos, como mídias, seriam bloqueados por padrão.

Nas versões de teste do Chrome, porém, o Google começou a dar sinais de que sua intensa campanha mudará mais uma vez. O Chrome 93 beta e o Chrome 94 Canary, ambas compilações já distribuídas entre testadores, agora incluem uma função experimental no menu chrome://flags que tira o ícone de cadeado que indica quando o site visitado é seguro.

À esquerda, a versão atual do Chrome, com o cadeado; à direita, a nova exibição da conexão segura, escondida no menu da omnibox (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Ainda assim, o navegador não deixará de indicar quando um site não é protegido. Nesse caso, o clássico aviso de “não seguro” ainda estará presente e, aparentemente, o Google manterá as antigas restrições. Sendo assim, não deve existir qualquer alteração na experiência de navegação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Missão cumprida

A diferença está no tratamento dos sites que adotam o HTTPS. Ao retirar o cadeado, o Google mostra que considera o protocolo um padrão na internet — e sem dúvidas ela tem uma parcela de "culpa" nessa história. Desde 2014, o padrão mais seguro cresceu em popularidade significativamente e, hoje, chega a 95% de todo os sites indexados pelo buscador, segundo dados da empresa.

Protocolo criptografado alcança quase 100% dos links contidos pelo Google (Imagem: Reprodução/Google)

Para ver como ficou depois da mudança, você precisa encontrar a flag #omnibox-updated-connection-security-indicators, ativá-la e reiniciar o navegador. Depois disso, deve ser possível encontrar uma seta no lugar do cadeado.

Pesquisar "omnibox-updated" na barra de busca já deve ser o suficiente para colocar a novidade no topo (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Ainda não se sabe quando o Google implementará a novidade na versão final, mas considerando que a versão beta também tem o recurso, é bem provável que chegue logo na próxima atualização. Até lá, a novidade pode passar por ajustes, então não tome o formato flagrado nos testes como definitivo.

Fonte: Bleeping Computer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.