Chrome prepara novo recurso para incrementar gerenciamento de grupos de abas

Chrome prepara novo recurso para incrementar gerenciamento de grupos de abas

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 24 de Agosto de 2021 às 09h28
Bleeping Computer/Reprodução

O Google desenvolve uma nova maneira de armazenar as guias salvas no Chrome. A mais recente adição da versão de testes navegador indica que, em breve, será possível salvar grupos de guias abertas para acessá-las com facilidade posteriormente.

Como sempre, o recurso chega primeiro no Chrome Canary (versão 95). A função apareceu como recurso experimental do menu chrome://flags e “permite que usuários claramente salvem e recuperem grupos de abas”, conforme explica sua descrição.

A opção "Salvar grupo" aparece assim que o recurso experimental é habilitado no Chrome Canary (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Quando é habilitada, a ferramenta adiciona uma nova opção no menu de contexto (botão direito do mouse) de um grupo de guias existente no computador. “Salvar grupo”, pelo que o nome sugere, implica em armazenar os endereços que estão naquele agrupamento, mas nada faz na atual versão do Chrome Canary.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Por enquanto, não existe o botão para recuperar guias salvas, tampouco o navegador guarda as páginas assim que uma nova instância é aberta. Sendo assim, o recurso não parece funcionar como o esperado — o que já era previsto para uma versão de testes, vale ressaltar.

Testar por si mesmo, portanto, não vale de muita coisa. Contudo, se essa for a sua vontade, é necessário ter o Chrome Canary atualizado na versão 95 (ou superior), acessar o menu chrome://flags e pesquisar pela função #tab-groups-save. Assim que for ativada, será necessário reinicializar o navegador e, depois disso, a opção de “salvar grupo” já deve aparecer no app.

 A função pode ser encontrada rapidamente ao pesquisar #tab-groups-save na barra de busca do menu chrome://flags (Captura: Igor Almenara/Canaltech)

Melhoria sutil na experiência

Atualmente, de certa forma, o Chrome já permite salvar guias para acesso posterior, mas isso não acontece de forma evidente. Se o usuário configurar para continuar a navegação exatamente de onde parou e lembrar-se de não fechar guias uma a uma, tudo que fez anteriormente será preservado, mas sem qualquer indicativo visual de que a atividade está salva.

Então, adicionar o armazenamento de guias é mais um ajuste na qualidade da experiência do utilizador com o navegador. Mesmo sem a função de continuar a navegação de onde parou, o usuário pode manualmente registrar um grupo inteiro de guias para consultar posteriormente, e fazer o processo manualmente ajuda a dar aquela segurança de que está tudo salvo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.