Cabify anuncia fim das operações no Brasil

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Abril de 2021 às 12h54

Uma da principais concorrentes do Uber no Brasil, a Cabify anunciou, via e-mail, que encerrará suas operações no país a partir de 14 de junho. Pelo que parece, essa data pode variar conforme a cidade — há relatos de usuários que receberam informações sobre o fim do serviço em 31 de maio.

Por meio de sua assessoria, a empresa confirmou o anúncio e explicou que tem “um forte compromisso com a busca de rentabilidade”, tendo tomado a decisão de encerrar o serviço após realizar sucessivas análises do mercado local.

Anúncio do fim das operações enviado por e-mail aos usuários do Cabify (Imagem: Ramon de Souza/Canaltech)

Uma das causas que motivaram o adeus da Cabify é o impacto da pandemia da COVID-19 no setor econômico e social do país. Esse contexto caótico afetou bastante o setor de mobilidade urbana e atingiu em cheio as finanças da empresa.

“A Cabify continuará dedicada em promover em todos os mercados onde opera a recuperação de uma mobilidade cada vez mais eficiente e sustentável, proporcionando através da tecnologia uma opção de transporte multimodal, seguro e de qualidade”, ressalta o comunicado.

Queda no lucro da empresa

Todas as cidades da América Latina e da Espanha onde Cabify está presente mostram bons índices de recuperação em comparação com o nível de atividade anterior à pandemia. Em média, a demanda global de viagens da Cabify se recuperou em 75% até o final de 2020, chegando a 100% em alguns mercados específicos nos primeiros meses deste ano. No Brasil, contudo, o cenário foi bem diferente.

(Imagem: Reprodução/Cabify)

A Cabify chegou ao país em 2016 e, apesar do momento atual, não descarta um retorno futuro ao país. A empresa tem mais de 33 milhões de usuários registrados no mundo todo, mais de 400 mil motoristas parceiros e 65 mil empresas cadastradas para usar o serviço de forma corporativa.

Segundo a companhia, o serviço continuará funcionando em outras cidades da América Latina e da Espanha. Todos os que têm cupons e vouchers devem usar antes da data de encerramento, caso contrário vão perdê-los.

Será que o mercado de mobilidade urbana vai sofrer algum abalo com a saída do Cabify? O que achava do serviço? Deixe sua opinião nos comentários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.