Atualização do Google Meet deixa a “mão levantada” mais visível e traz novidades

Atualização do Google Meet deixa a “mão levantada” mais visível e traz novidades

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Junho de 2021 às 10h45
Annie Spratt/Unsplash

O recurso de “levantar a mão” no Google Meet foi claramente inspirado nos tempos de escola, no qual só se pode falar se o professor autorizar. A ideia no aplicativo é basicamente a mesma, mas com uma diferença importante: nem sempre o apresentador consegue ver de imediato quem deseja fazer uso da fala. Isso porque o ícone era discreto e apenas aparecia na tela, sem chamar muita atenção.

A versão mais recente do Meet promete resolver isso ao trazer um ícone animado e mais visível. A novidade exibe o nome do participante, expande uma caixinha branca em torno dele e ainda reproduz um som característico para todos os participantes, tornando a identificação muito mais fácil.

O ato de "levantar a mão" agora terá uma animação e som para torná-lo visível aos demais (Imagem: Reprodução/Google)

Os administradores conseguem ver a quantidade de pedidos na ordem em que foram feitos, assim é possível organizar uma fila de quem vai falar na sequência. Após a fala ser concluída, a mão do participante vai ser abaixada automaticamente, o que não ocorre hoje e acaba gerando confusão em quem precisa coordenar os pedidos. Se o solicitante não baixar a mão de forma manual, ela permanecerá levantada.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Todas as adições serão implantadas de modo padrão, sem a necessidade de aprovação dos administradores. Não há como desabilitá-la ou voltar para o modelo antigo, ao menos por enquanto.

Os novos recursos estarão disponíveis para reuniões em todos os planos do Google Workspace, exceto G Suite Basic, Business Starter e contas pessoais do Google. Ele será implementado em domínios a partir de 16 de junho e pode levar até 15 dias para ser disponibilizado para todos.

O Google investe em ferramentas voltadas para a produtividade (Imagem: Divulgação/Google)

Foco no trabalho híbrido

No começo da semana, o Google anunciou diversas melhorias voltadas para produtividade e trabalho remoto para o Meet. Ainda sem nome em português, tudo foi projetado para conectar pessoas a seus colegas de trabalho de modo remoto, com recursos avançados para participar de reuniões presenciais ou virtuais enquanto aproveita as funcionalidades de áudio e vídeo na sala.

Além disso, agora é possível responder um pedido de participação em reunião informando se a presença será virtual ou presencial. Essa adição deve ajudar os organizadores e ter melhor controle sobre questões como a lotação de um auditório e a necessidade de providenciar recursos audiovisuais para todos.

Fonte: Google Workspaces

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.