Apple aposta em privacidade no Maps para concorrer com app da Google

Por Wagner Wakka | 31 de Janeiro de 2020 às 14h00
Divulgação/Apple
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple finalmente tem um novo aplicativo de mapa para competir com o Google Maps. A empresa informou que está lançando nos Estados Unidos uma nova versão do seu Apple Maps, depois de mais de um ano de levantamento de informações. Segundo a anúncio no site oficial, agora, o programa é mais preciso em relação a ruas, prédios e outras informações.

Além de repaginado, agora, o Apple Maps também permite visualizar mais espaços, como no Street View, usando fotos reais dos ambientes. Outra novidade é que há informações de trânsito em tempo real em mais cidades, incluindo Miami, que recebe o Super Bowl neste final de semana.

A Apple está há anos tentando relançar o seu próprio programa de geolocalização. Em 2012 a companhia tentou substituir o Google Maps em iPhones e iPads, o que se tornou uma catastrófica movimentação. Na época, o CEO da empresa, Tim Cook, reconheceu que o programa da Google era melhor e pediu desculpa pelo lançamento do seu próprio Maps.

Repaginação do Apple Maps (Foto: Divulgação/Apple)

Desde 2018, contudo, a Apple vem trabalhando em levantamento de informações para tornar o app mais preciso, sendo que a nova versão passou por diversos testes em São Francisco.

Junto ao iOS 13, ela também adicionou a função “look around”, que funciona como Street View para algumas limitadas cidades. Nesta quinta-feira (30), ela informou que esta opção vai estar disponível para mais cidades nos Estados Unidos.

O programa também oferece outras opções como compartilhamento de horário estimado de chegada, informações de voo, além de mapas internos de shoppings e aeroportos.

Privacidade

Para se tornar mais competitivo contra seu principal rival, a Apple está apostando na segurança de dados. A Google usa informações de todos os aparelhos conectados para fornecer um mapa mais preciso, mas também utiliza tais informações para aprimoramento de publicidade.

App não exige inscrição no Apple ID para ser usado (Foto: Divulgação/Apple)

Já a Apple diz que não manda as informações do usuário para nenhum serviço em nuvem, garantindo mais privacidade. O novo Maps não exige a criação de uma conta, nem a Apple ID para ser utilizado. Mesmo as buscas feitas no app e rotas são constantemente apagadas.

Neste mesmo caminho, a Apple informou que seu app tem uma função que torna nebuloso posicionamento inicial e final de uma rota, para garantir a privacidade do usuário.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.