Aplicativo que permite stalkear no Instagram é removido da App Store

Por Rafael Rodrigues da Silva | 11 de Novembro de 2019 às 20h10

Neste último final de semana, a Apple removeu da App Store o Like Patrol, aplicativo desenvolvido para facilitar o famigerado stalk no Instagram. De acordo com a companhia, o aplicativo viola algumas das políticas de privacidade de dados da empresa e, por isso, foi removido da loja virtual.

O Like Patrol não é exatamente um aplicativo considerado como stalkerware, já que ele só trabalha com dados públicos disponibilizados pelo próprio Instagram, mas funciona como uma versão mais avançada da antiga aba “Seguindo” da rede social em questão. O aplicativo se aproveita de sentimentos negativos, como ciúmes e possessividade, para vender uma solução que facilita saber o que seu companheiro ou companheira está "aprontando" na internet, permitindo que se configure quais usuários se pretende acompanhar mais de perto. Então notificação é enviada sempre que essas pessoas curtirem ou comentarem em alguma foto, inclusive falando se aquela interação foi em algo postado por um homem ou por uma mulher. Ainda por cima, o app usa um algoritmo que define se tal publicação foi feita por alguém considerado atraente ou não.

O app é pago e cobra cerca de US$ 80 por ano de seus assinantes para fornecer todas essas informações, que são adquiridas pelo aplicativo fazendo uma análise das informações públicas dos perfis no Instagram - algo que é proibido pelas regras de uso do aplicativo. Por isso mesmo que, em outubro deste ano, o Instagram enviou para a empresa responsável pelo Like Patrol uma C&D (carta de "cessar e desistir") pedindo para que ela desativasse o aplicativo caso não quisesse ser processada.

O fundador do app, Sergio Luis Quintero, já avisou que não irá desistir do aplicativo e está pronto para enfrentar uma batalha judicial contra o Instagram, mas, até o momento, ainda não divulgou um posicionamento sobre a remoção do app na App Store. Essa remoção é um enorme problema para Quintero, já que, até então, o Like Patrol era um aplicativo exclusivo para iOS; então, ser removido da loja da Apple significa que não será possível conseguir novos usuários ou garantir atualizações para aqueles que já possuem o app instalado.

Fonte: CNet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.