Aplicativo de namoro coloca mães para avaliar perfis de pretendentes

Aplicativo de namoro coloca mães para avaliar perfis de pretendentes

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Março de 2021 às 17h05
leungchopan/Envato

Dizem que toda mãe tem um sexto sentido que a permite identificar coisas antes de acontecer. Elas conseguem saber quando levar um guarda-chuva (mesmo quando está um sol escaldante lá fora), se vai esfriar e quem são bons ou maus partidos para suas crias. Quem nunca desafiou uma dessas falas e acabou voltando “com o rabinho entre as pernas” e dizendo que ela tinha razão?

Foi justamente pensando nesta “habilidade” que o aplicativo de relacionamentos Inner Circle resolveu investir. O app está colocando mamães na equipe de suporte ao usuário para analisar os recém-chegados na rede e ajudar na criação de um ambiente mais seguro. Usando técnicas específicas, essas profissionais conseguem saber se o usuário é verdadeiro ou fake.

Rede se esforça para garantir perfis 100% verdadeiros (Imagem: Divulgação/Inner Circle)

Após concluir a inscrição, o perfil do novo membro passa por uma análise tecnológica, que faz a localização de IP e o reconhecimento da foto por meio de um software próprio. Em seguida, entra em ação a equipe de análise manual: as mamães realizam o monitoramento desses perfis a fim de garantir que as pessoas sejam quem dizem ser.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Fotos boas demais para serem verdade são um dos principais motivos de desconfiança. "Sempre pesquisamos a foto no Google Imagens para garantir que ela seja realmente da pessoa ou checamos o Instagram que o candidato disponibilizou quando se inscreveu", afirma Jacqueline Boelen, especialista em segurança e suporte do aplicativo.

Ingresso na rede é só o primeiro passo

Mesmo depois de aprovados, as mães prestam todo o tipo de auxílio a usuários com dificuldades, dão dicas e conselhos sobre comportamentos para ter melhor interação e quais as melhores fotos para engajar o perfil. É como uma mãe de verdade, mas sem as broncas e os castigos.

(Imagem: Divulgação/Inner Circle)

A aprovação inicial não significa fim da triagem. As mamães conversam diariamente com os mais de dois milhões de membros do aplicativo para identificar inconsistências no perfil ou contas falsas. Quando identificam tal atitude, o usuário é imediatamente banido da rede. Segundo a Inner Circle, agir de maneira inconveniente ou desrespeitosa é considerado um motivo para ter a conta desabilitada.

Além do rigor para manter a qualidade das interações, a facilitadora de namoros também afirma se preocupar em analisar todas as denúncias com bastante atenção, sempre buscando acolher o denunciante e com respeito à vítima. Esta é uma premissa que o app leva a sério para que não sejam causados danos psicológicos e emocionais nas pessoas, o que impacta obviamente na experiência do usuário.

O que é o Inner Circle?

Disponível em mais de 26 países, o aplicativo de relacionamento foi criado para ajudar os solteiros a encontrarem o seu verdadeiro crush. O diferencial é justamente essa análise de perfil para garantir que os membros sejam honestos e transparentes na busca pelo match.

(Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Segundo dados da empresa, mais de 45 mil casais já se formaram graças ao app. O Inner Circle foi fundado em 2012 em Amsterdã, na Holanda, e atualmente conta com mais de 3,5 milhões de membros em 57 cidades do mundo. O serviço desembarcou no Brasil em 2019 e desde então vem ganhando novos usuários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.