5 aplicativos que podem ajudar deficientes visuais

Divulgação

A acessibilidade de pessoas com necessidades especiais na Internet é um assunto que vem se desenvolvendo a passos lentos, mas progredindo. Atualmente existem aplicativos que oferecem suporte para deficientes visuais, uma vez que eles costumam ser um dos grupos mais prejudicados na web. A audiodescrição dos elementos na tela costuma ser uma grande aliada e está presente em vários aplicativos de apoio.

Pensando nisso, o Canaltech criou esta lista com 5 aplicativos que podem ajudar deficientes visuais na web.

1. Be My Eyes (Android | iOS)

O Be My Eyes é um dos aplicativos para deficientes visuais mais famosos da Internet. Ele funciona como uma rede de apoio entre pessoas que enxergam completamente e deficientes visuais, promovendo videochamadas para que um usuário com visão perfeita descreva ao outro desenhos na tela e também leia textos.

Be My Eyes, aplicativo para deficientes visuais (Captura de tela: Ariane Velasco)

2. Eye-D (Android | iOS)

Esse aplicativo não serve para ajudar deficientes visuais a acessarem a Internet, mas sim para fazer com que eles possam identificar seus arredores ao sair na rua de um jeito simples e rápido, uma vez que os textos são convertidos em falas. O aplicativo é gratuito.

Eye-D, app que ajuda deficientes visuais a localizar seus arredores (Captura de tela: Ariane Velasco)

3. Ubook (Android | iOS)

O Ubook disponibiliza mais de 1000 audiolivros em seu catálogo pelo valor de R$ 18,90/mês. As obras podem ser encontradas em diversos gêneros literários, o que facilita muito o acesso de deficientes visuais a livros na Internet.

Ubook, aplicativo de leitura para deficientes visuais (Captura de tela: Ariane Velasco)

4. CPqD Alcance (Android)

Outro aplicativo que facilita o acesso de deficientes visuais à Internet é o brasileiro CPqD Alcance. Ele conta com narração automática da tela e auxílio na maioria das funções do smartphone, como fazer ligações, checar a porcentagem da bateria, acessar contatos, SMS e arquivos. O interessante é que não há necessidade de cadastro para usar o aplicativo, uma vez que ele mesmo se transforma na interface do celular.

É possível baixar o CPqD Alcance em smartphones com Android 4.0 ou superior.

CPqD Alcance, app que narra os elementos da tela para deficientes visuais (Captura de tela: Ariane Velasco)

5. Google BrailleBack (Android)

Esse aplicativo para deficientes visuais foi desenvolvido pelo próprio Google e permite que eles contem com uma mistura de braile com falas para entender os elementos da tela do Android. As falas guiam o usuário até cada ícone da tela, enquanto o teclado em braile pode facilitar a navegação no aplicativo.

Google BrailleBack, app de acessibilidade para deficientes visuais (Captura de tela: Ariane Velasco)

Extra: sistemas operacionais

O Android e o iOS também possuem recursos que podem simplificar a vida de deficientes visuais. O primeiro conta com o TalkBack, um recurso que já vem pré-instalado de fábrica e usa um assistente de voz para guiar o usuário. Já o iOS possui o VoiceOver, que é bem completo e lê tudo o que é exibido na tela. Ele está disponível para iPhone e iPad.

Você conhece alguém que já usou esses aplicativos para navegar na web ou que gostaria de mais opções de acessibilidade? Conte para gente nos comentários abaixo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.