Google cria ferramenta para testar jogos antes de baixá-los na Play Store

Por Wagner Wakka | 19 de Março de 2018 às 15h42
Tudo sobre

Google

A Google fez uma apresentação na Gamers Development Conference (GDC) nesta segunda-feira (19) sobre uma série de novidades em games para o Android. As informações vão desde permitir que o usuário “teste” o game antes de baixá-lo, até uma nova tecnologia para desenvolvedores.

Primeiramente, a gigante atualizou uma ferramenta que já vinha utilizando em alguns aplicativos em sua plataforma. Com os chamados de instant apps, ela permitia que o usuário acessasse uma versão web do aplicativo sem que tivesse que de fato baixar o programa para o celular. A diferença do instant apps para uma página de web é que aquela funciona somente dentro da Play Store, mesmo que possa ser acessada por um link.

Agora chamada de Google Play Instant, a ferramenta está disponível em fase beta para alguns jogos. Antes de baixar um novo game no celular, o jogador poderá testar uma demo na versão web. De acordo com Jonathan Kamel, gerente de produtos para o Google Play Instant, as empresas que testaram a nova plataforma já sentiram um aumento de 25% em cliques na página do jogo e 30% no número de usuários que instalaram de fato o programa depois de testá-lo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Isso acontece, pois, diferentemente da versão completa, o jogador não precisa esperar que o download seja finalizado para começar a jogar, o que torna o processo mais convidativo a um jogo desconhecido. Atualmente, são apenas oito títulos disponíveis para teste pelo sistema: Clash Royale, Words With Friends 2, Paciência, Final Fantasy XV: Novo Império, Bubble Witch 3 Saga e Mighty Battles, todos gratuitos na versão completa.  

A Google optou por apresentar o mecanismo na GDC, pois são necessários alguns requisitos para que o game tenha a demo. Primeiro, a empresa está discutindo uma nova API para desenvolvedores de games, com participação de empresas como Unity e Cocos. A ideia é que ambos tenham ainda este ano suporte para o Instants. Ainda, o desenvolvedor precisaria criar uma versão do jogo com menos de 10 megabytes, para que seja disponibilizada aos jogadores como teste.

Novo projeto

Além disso, a empresa também anunciou o Agones, um projeto open-source que pretende facilitar o acesso a desenvolvedores menores de games a servidores para jogos multiplayer, utilizando, entre outros serviços, a plataforma da Google Cloud. De forma prática, os desenvolvedores terão uma facilidade de configuração e manutenção de servidores online, enquanto o jogador conseguirá acessar mais rápido tais espaços.

Por fim, a empresa também anunciou mudanças em termos de publicidade para os jogos na Store.

Fonte: Google Blog, Engadget, The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.