Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

É real? Capinha de celular com airbag viraliza em vídeo

Por| Editado por Wallace Moté | 10 de Outubro de 2023 às 17h06

Link copiado!

Montagem/Canaltech
Montagem/Canaltech

Um vídeo mostrando uma capinha com airbag embutido tem viralizado nas redes sociais, indicando a existência de um acessório que verdadeiramente protege o celular contra quedas. Mas será que o projeto existe?

O vídeo publicado pelo criador de conteúdo conhecido como "Vector" (que utiliza o nome e visual do vilão da animação Meu Malvado Favorito) foi publicado no dia 27 de agosto no TikTok e conta com quase 980 mil visualizações.

Continua após a publicidade

Repostado no X (antigo Twitter), o vídeo acima já supera a marca das 2 milhões de visualizações e, embora inocente, pode fazer com que pessoas acreditem que o acessório seja real. E não é.

Capinha de celular com airbag é fake

Ambos os vídeos são falsos (o segundo ainda mais propositalmente) e utilizam técnicas de edição de imagem para mesclar uma gravação do smartphone caindo com outra gravação sobreposta do mesmo celular com um plástico inflável fixado no corpo ou na tela.

Continua após a publicidade

Recortando o vídeo sobreposto de forma eficiente no momento certo, é possível atingir com facilidade o efeito da abertura de airbag em um curto período de tempo.

Ao final do vídeo criado por "Vector" vemos que o próprio criador de conteúdo deixa escapar a "tecnologia" utilizada para criar a capa com airbag: fita adesiva enrolada entre o celular e o plástico inflado.

Que fique o aprendizado para não acreditar em qualquer coisa que esteja na internet, ainda mais quando o conteúdo seja viral, e sempre assistir um vídeo por completo.

Projeto de capinha com airbag realmente existiu

Continua após a publicidade

Em 2018 o estudante alemão Philip Frenzel criou e patenteou a ADcase, uma capa de proteção reutilizável com sensores integrados capazes de detectar uma queda livre e acionar abas flexíveis nas extremidades para evitar que o corpo do smartphone entre em contato com o solo.

O projeto foi lançado como campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, mas não atingiu o objetivo necessário para iniciar a fabricação e acabou não saindo do papel.