Publicidade

Dbrand processa Casetify por suposta cópia de design em capinhas de celular

Por| Editado por Wallace Moté | 24 de Novembro de 2023 às 14h34

Link copiado!

Divulgação/Dbrand
Divulgação/Dbrand

A Dbrand, uma das marcas mais conhecidas do mundo na área de capinhas e acessórios personalizados para celulares, tablets, notebooks e outros eletrônicos, está processando a Casetify por uma suposta cópia do design de alguns modelos vendidos. O caso foi exposto no canal JerryRigEverything, com os indícios que sustentam a acusação de plágio.

Continua após a publicidade

O problema foi identificado com a linha “Inside Out”, apresentada pela Casetify com capinhas que tentam reproduzir os componentes de partes internas de cada dispositivo. Trata-se de uma ideia parecida com a série “Teardown”, feita pela Dbrand em parceria com o apresentador Zack Nelson do canal JerryRigEverything no YouTube.

A simples ideia de fazer capinhas que simulam as peças internas de celulares não é necessariamente um plágio por si só, mas a história vai mais longe.

Para tornar as suas capas mais exclusivas, a Dbrand colocou alguns “easter eggs” (ou seja, expressões e códigos com referências internas) em seus acessórios, inclusive com frases comumente faladas no JerryRigEverything.

Essas mesmas expressões foram encontradas também nas capas da Casetify, ainda que estejam menos nítidas por causa da resolução mais baixa de impressão. Entre os conteúdos supostamente copiados estão as palavras e frases:

Continua após a publicidade
  • “Glass is glass, and glass breaks”: “Vidro é vidro, e vidro quebra”, uma fala normalmente feita por Nelson durante seus vídeos de teste de estresse dos aparelhos, caso o vidro dos celulares seja danificado.
  • R0807: uma referência à palavra “robots”, representando os “robôs” que fazem a Dbrand funcionar enquanto marca — inclusive, a marca usa o perfil @robot na sua página de suporte nas redes sociais.
  • Números “111111”: representa a data de 11/11/2011, quando a Dbrand iniciou suas operações.

Todas essas expressões foram encontradas também nas capas da Casetify, mesmo que não façam parte das peças originais dos celulares que os acessórios procuram reproduzir.

Em seu vídeo publicado recentemente no YouTube, Zack Nelson ainda apontou que o desenvolvimento das capinhas Teardown é um processo que leva horas para ser finalizado, afinal a imagem do design interno dos celulares passa por muitas edições antes de virar um acessório. Em resumo, é feito um trabalho de correção de cor e ajustes finos, para que o acessório fique mais bonito esteticamente.

Continua após a publicidade

Casetify publicou resposta nas redes sociais

Após a publicidade do caso, o site da Casetify saiu do ar, e as capas Inside Out foram removidas de circulação. Na sequência, a empresa publicou um comunicado oficial nas redes sociais.

A postagem indica que a Casetify sempre foi “um bastião de originalidade”, e revela que uma investigação relacionada à alegação foi iniciada. Além disso, a marca também investiga um suposto ataque DDOS que interrompeu as atividades do site.

A Dbrand republicou a nota da Casetify, com um comentário em tom irônico:

Continua após a publicidade

“Demorou um dia inteiro para que vocês palhaços copiadores escreverem isto? Torçam para que seus advogados sejam melhores que seu time de relações públicas”

Anteriormente a Casetify chegou a lançar acessórios com o design interno de um mesmo celular, para diferentes modelos que evidentemente teriam peças internas distintas:

Continua após a publicidade

Há algumas semanas, a empresa anunciou uma série de capas para iPhone com o visual do Nothing Phone 2, o que também gerou alguns questionamentos por parte de usuários. A Casetify não conta com um site voltado para o Brasil, mas é possível comprar os acessórios diretamente no site internacional.