WWDC 2018 | Tudo o que a Apple anunciou na conferência para desenvolvedores

Por Patrícia Gnipper | 04 de Junho de 2018 às 13h45
Tudo sobre

Apple

Foi dada a largada para a WWDC de 2018, conferência anual da Apple voltada a desenvolvedores. Como de costume, vínhamos acompanhando os rumores quanto ao que a companhia de Cupertino anunciaria no grande evento deste ano, e, agora, você confere tudo o que a Maçã anunciou neste primeiro dia de WWDC nos Estados Unidos.

Assim que subiu ao palco, Tim Cook, CEO da Apple, revelou que, hoje em dia, a Maçã já conta com 200 milhões de desenvolvedores de apps em todo o mundo; e a App Store está completando 10 anos, sendo a maior loja de aplicativos do mundo, no momento, com 500 milhões de visitantes semanais.

iOS 12

Indo direto ao ponto, Craig Federighi começou falando sobre o iOS e o que a Apple planejou para o sistema móvel em 2018. Mas, antes, revelou que 81% dos dispositivos com iOS usam a última versão do sistema, reforçando as vantagens de se fornecer atualizações constantes e gratuitas (e, discretamente, dando aquela alfinetadinha no Android). Já quanto à satisfação dos usuários do iOS, esse nível é de 95% para o iOS 11.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Levando a sério a proposta de aprimorar o sistema antes de trabalhar em novidades de design e recursos, a Apple garantiu que tudo o que é compatível com o iOS 11 será compatível também com o iOS 12, não deixando nenhum dispositivo desatualizado neste ano.

Segundo Federighi, o iOS 12 carrega aplicativos com 40% mais velocidade, e o teclado é 50% mais veloz, também, enquanto a abertura da câmera acontece 70% mais rapidamente em iPhones e iPads mais antigos.

Já falando na realidade aumentada, o iOS 12 deixa ainda mais fácil experimentar a tecnologia, sendo que a Apple se juntou à Pixar para criar um novo formato de arquivo: o USDZ. Ainda, várias companhias já terão suporte à tecnologia, incluindo Adobe, Autodesk, Sketchfab, ptc e Quixel. O USDZ é como se fosse um documento tradicional, com textos e fotos, mas, ao tocar ou clicar na imagem em questão, ela começa a se mover com a realidade aumentada, permitindo que o usuário interaja com ela diretamente no arquivo.

ARKit 2

Ainda sobre a realidade aumentada, com o lançamento do ARKit 2, agora passa a ser possível curtir a experiência em grupo, em múltiplos iPhones ou iPads. Dessa maneira, mais de um usuário pode interagir com o ambiente de realidade aumentada, juntos.

Usando um ambiente de Lego como demonstração, a Maçã mostrou todo o poder do ARKit 2 no palco. Vimos que, além de explorar o exterior do cenário, também é possível explorar o interior de casas e prédios, em uma experiência ainda mais imersiva e, por que não dizer, viciante.

Photos

Já sobre o aplicativo nativo de Fotos do iOS 12, entre as novidades, está uma busca ainda mais inteligente. Além de sugestões automatizadas de buscas, como, por exemplo "momentos com pessoas que são importantes para você", o Fotos também agora permite fazer uma busca com múltiplos termos. Um exemplo: "cachorro na praia", para conferir apenas as fotos de você passeando com seu dog à beira mar.

A nova aba "For You" já trará sugestões de efeitos para serem aplicados às imagens, e sugestões de compartilhamento também chegaram: quando o sistema identificar uma determinada pessoa em uma foto, o app recomendará que você a compartilhe com aquele colega específico.

Siri

A assistente da Maçã está mesmo mais inteligente. Agora, a Siri ganhou um novo recurso chamado "Shortcuts", sendo que qualquer aplicativo do iOS pode fazer parte desses atalhos. Os apps podem ganhar um botão chamado "Adicionar à Siri", sendo que o usuário pode personalizar o comando conforme desejar. Sendo assim, se a pessoa é daquelas que viaja bastante e reserva as passagens usando um app no seu iPhone, ela pode criar um atalho chamado "Viagem" e configurá-lo para que a Siri já entenda que, ao dar esse comando, o usuário quer comprar uma passagem.

Ainda, à tela bloqueada, o usuário pode adicionar sugestões da Siri para aquelas atividades que o usuário faz todos os dias. Então, em vez de manualmente continuar fazendo a mesma coisa (como, por exemplo, pedir o almoço pelo celular), é possível que a Siri já se antecipe e faça a sugestão de pedido automaticamente na tela. Imagine só, faltando meia horinha para a hora do almoço, a Siri já te pergunta se você deseja pedir o rango, e basta confirmar para que o pedido seja feito pela assistente.

Apple News, Voice Memos, Apple Books, CarPlay

O aguardadíssimo Apple News, o novo aplicativo de notícias da Maçã, segue contando com uma equipe de editores selecionados para garantir a qualidade das informações. Uma nova aba de Busca surge, e, agora o News se junta ao Stocks, mostrando notícias corporativas também no News convencional, juntando os dois mundos em um só lugar.

Já o gravador de lembretes em voz, o Voice Memos, enfim chega ao iPad. E o Apple Books, com uma nova loja de livros em áudio, também traz o recurso "Reading Now", que informa exatamente em que ponto você parou em sua leitura.

Ainda, o CarPlay agora, finalmente, tem suporte a aplicativos de terceiros. Google Maps é um dos mais aguardados!

Saúde digital

Chega de ser acordado de madrugada com uma enxurrada de mensagens daquele grupo do WhatsApp! No iOS 12, o usuário pode acionar o novo modo Do Not Disturb, que traz o recurso para "não me incomodar durante o sono". Ao acioná-lo, o iPhone recebe todas as notificações normalmente, mas não incomoda o usuário durante o sono. Ao acordar, basta dar um toque na notificação única e silenciosa da tela bloqueada, para conferir tudo o que chegou enquanto dormia.

Ainda pensando na saúde digital do usuário, agora as notificações podem ser agrupadas, até que enfim. Ao receber inúmeros alertas sobre o mesmo app, na tela bloqueada você não verá um enorme feed com notificação por notificação, aparecendo apenas uma, indicando que há outras agrupadas ali.

(Foto: The Verge)

Mas o mais bacana, aqui, é o Screen Time. O novo recurso mostra quanto tempo o usuário está com o aparelho acionado, e também informa quanto tempo ele gasta em cada aplicativo. Ainda, com o App Limits ativo, o usuário pode configurar quanto tempo ele acha necessário e razoável para usar cada aplicativo e, quando o tempo estiver chegando ao fim, ele será notificado.

Messages e Animojis

Os Animojis, que chegaram no ano passado com o iPhone X, estão mais engraçadinhos e personalizáveis. Novos bonequinhos, como um fantasma, um tigre e um tiranossauro rex, chegam em 2018, também sendo capazes de mostrar a língua, bastando que o usuário faça o mesmo à frente do celular.

Já o Memoji é o nome que ganhou o Animoji personalizado do usuário, um avatar animado que representa o seu visual de verdade. É possível customizar um monte de detalhes do Memoji, para que ele fique o mais parecido possível com você.

FaceTime

Se você não vive sem o FaceTime para conversar em vídeo com pessoas que estão longe de você, saiba que, agora, o recurso permite conversar com um número ainda maior de pessoas. Chega, enfim, o Group FaceTime, que permite uma conversa em vídeo com até 32 pessoas de uma só vez.

Ainda, o FaceTime agora é integrado ao iMessages; então, para convidar a turma toda para a conferência, basta enviar uma mensagem de texto a todos para criar um grupo no FaceTime. Quem entrar, entrou, e participa ali, ao vivo!

Deixando a conversa ainda mais animada, é possível substituir o seu vídeo tradicional pelo seu Animoji preferido, ou pelo seu Memoji. E o FaceTime em grupo funciona no iPhone, iPad, Macs e Apple Watch!

Apple Watch

Ressaltando o fato de que o Apple Watch tem sido, desde seu lançamento, o smartwatch número 1 no que diz respeito à satisfação dos usuários, é hora de falar sobre as novidades do watchOS 5.

A nova versão do SO para o wearable aprimora, ainda mais, os recursos de saúde e fitness. Mas, além disso, a partir de agora será possível desafiar seus amigos, também usuários do Apple Watch, a competições de até 7 dias. O Watch captura os dados em tempo real de todos os competidores, e, ao final do período, mostra o ganhador. Mas, antes disso, notificações são enviadas informando se você está ganhando ou perdendo o desafio.

Além disso, o Watch agora consegue detectar automaticamente o início de um novo exercício. Basta começar a se movimentar para que o watchOS 5 diga "parece que você está correndo", por exemplo. Se você confirmar, inicia-se o monitoramento automático.

Mas o que levou o público à loucura foi o novo app chamado Walkie Talkie. Ao enviar o convite para outro usuário do Watch e, assim que ele aceitar, ambos poderão conversar como se estivessem falando por um comunicador via rádio; e a novidade funciona tanto na conexão celular, quanto no Wi-Fi.

Os novos atalhos da Siri também funcionam no Apple Watch, que, ainda, recebe o aplicativo Podcasts, para que você possa ouvir podcasts à vontade somente usando o Watch no pulso, sem precisar do iPhone ou do iPad para isso.

Ah, e, celebrando o orgulho LGBTQ, a Apple está lançando hoje (4) um novo Watch Face com as cores da bandeira do arco-íris, além de uma nova pulseira com as mesmas cores, já disponível para compra.

Apple TV

Segundo Cook, o Apple TV está crescendo 50% ao ano, com o iTunes oferecendo a maior quantidade de filmes HDR em 4K. Mas, indo além do 4K e do HDR, agora o Apple TV traz a tecnologia ATMOS da Dolby, para um áudio ainda mais aprimorado, preenchendo o ambiente de maneira mais imersiva, acompanhando a alta qualidade do vídeo. Sendo assim, o Apple TV é, no momento, o único dispositivo de TV certificado pela Dolby tanto em vídeo, quanto em áudio.

Macs

"Nós amamos o Mac", disse Cook, assim que abriu a sessão para falar dos computadores da Apple. Muitos novos recursos foram prometidos, mas, logo de cara ficamos sabendo que o novo macOS será chamado de Mojave, sendo este a evolução do High Sierra.

O Dark Mode chega com o novo macOS, permitindo que absolutamente qualquer programa seja exibido no modo escuro quando o usuário acionar o recurso, o que é interessante especialmente à noite, a fim de reduzir a iluminação fria e incômoda da tela antes de dormir. É possível configurar o modo escuro para ser acionado automaticamente, também, de acordo com a hora do dia.

(Foto: The Verge)

Outra novidade é o Desktop Stacks, que, agora, agrupa arquivos do mesmo tipo em um só ícone, deixando a área de trabalho muito mais limpa e organizada. Então, se você tiver, digamos, 5 arquivos de vídeo em sua área de trabalho, eles serão exibidos de maneira agrupada em um só ícone. E o Finder agora tem um novo modo de visualização: o modo de galeria, que exibe arquivos e imagens maiores, não deixando as informações de cada arquivo de lado, sendo exibidas na mesma tela. Também pode-se fazer pequenas alterações em imagens pelo Quick Look do Finder mesmo, a partir de agora, como, por exemplo, rotacioná-la, cortá-la e fazer pequenos cortes em vídeos, sem precisar abrir o arquivo em outro software.

Quanto às capturas de tela, que já são muito simples de fazer no macOS, agora a coisa ficou ainda mais completa. É que, ao tirar um print da tela, é possível abrir uma janela rápida de edição, sem precisar abrir a captura de tela em um Photoshop para alterá-la.

Ainda, apps que, até então, somente estavam disponíveis iOS, agora chegam aos Macs. É o caso do News, Stocks, Voice Memos e Home. Tudo devidamente sincronizado com o mesmo Apple ID, naturalmente.

E a App Store dos Macs chega reformulada no Mojave. Suas sessões são: Discover, Create, Work, Play, Develop, Updates e Categories; e a loja de apps para Macs agora dá dicas de artigos interessantes sobre aplicativos que você já tem instalados na máquina. Ainda, a página de cada produto foi redesenhada, trazendo prévias em vídeo de seu funcionamento, com reviews de cada aplicativo para ajudar o usuário na decisão de baixá-lo ou não.

(Foto: The Verge)

Disponibilidade

Encerrando a cobertura, Tim Cook voltou ao palco para falar quando as novidades estarão disponíveis aos usuários. Versões beta já chegam hoje mesmo aos desenvolvedores, enquanto as versões estáveis estão previstas para serem liberadas a todos no outono norte-americano, que é a nossa primavera aqui no Brasil. Estamos ansiosos? Estamos ansiosos!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.