Windows 11 prepara ajustes para tornar o Menu Iniciar mais útil e flexível

Windows 11 prepara ajustes para tornar o Menu Iniciar mais útil e flexível

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 02 de Dezembro de 2021 às 08h59
Reprodução/Microsoft

Finalmente, o Windows 11 começa a testar mudanças muito aguardadas por usuários na Barra de Tarefas e no Menu Iniciar. A atualização 22509 chega nesta quarta (1°) para testadores do Canal Dev com melhorias para tornar a interface muito mais versátil e útil em múltiplos monitores, corrige bugs e muito mais.

O pacote de novidades, desta vez, é robusto e atende principalmente algumas das críticas mais frequentes sobre a interface do Windows 11: a falta de flexibilidade do Menu Iniciar. Até agora, a seção era apresentada no mesmo tamanho, independentemente da quantidade de ícones ali presentes.

Contudo, isso não funciona bem se a região fica vazia, por exemplo. Se o usuário retira as opções de exibir ícones de programas recentemente acessados e não gosta de fixar ícones na parte superior, muito do Menu Iniciar fica “em branco”, ocupando espaço desnecessário da tela.

Novo Menu Iniciar pode dar mais espaço para ícones da seção favorita do usuário (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Na versão de testes mais recente, o Menu Iniciar é mais flexível: o usuário pode escolher se deseja dar mais espaço para os aplicativos fixados ou para as recomendações e “recentes”. Escolher uma delas abre mais uma linha de ícones na seção.

Em segundo lugar, estão as melhorias para Barra de Tarefas. Agora, a seção de relógio e data aparecem em monitores complementares, poupando o usuário de sair de apps em tela cheia para checar as horas. Além disso, notificações também passam a ser exibidas em conjunto — serão até quatro por vez: três de altíssima importância e uma comum.

Informações de data e hora serão exibidos também nos monitores auxiliares (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

Confira mais alterações da atualização 22509 do Windows 11:

  • A seção “Configurações de compartilhamento avançadas” foi movida para uma nova página no app Configurações;
  • Adicionada uma nova opção à página “Aplicativos Instalados” em Configurações para classificar nomes de programas de Z-A;
  • O Windows Sandbox agora oferece suporte à reinicialização dentro do ambiente virtual;

Correções de bugs

Como de costume, teve correções de bugs aos montes. O Canaltech separou alguns destaques importantes:

  • Os ícones de Menu Iniciar, Pesquisa, Visão de Tarefas, Widgets e Chat não devem mais ficar desnecessariamente grandes quando o sistema está na escala de 125%;
  • Apertar a combinação tecla Windows + [número] repetidas vezes agora navega entre todas as janelas de um mesmo programa aberto em vez de parar na última;
  • Foi corrigido um erro que fazia o Explorer.exe crashar;
  • Clicar no botão “Desinstalar” na tela de Aplicativos Instalados nas Configurações agora exibe uma janela de confirmação;

Atualização liberada aos poucos

Se você é um membro do programa Windows Insider inserido no Canal Dev e quer conferir tudo que há de novo, faça uma busca por novas atualizações no Windows Update. Ainda não apareceu para baixar e instalar? Resta aguardar até que a compilação alcance seu computador.

Ainda não é um testador do Windows e quer se tornar um? Entre no site oficial da Microsoft e se cadastre.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.