Mesmo sem atualização de segurança, Windows 7 ainda está em 23% dos PCs

Mesmo sem atualização de segurança, Windows 7 ainda está em 23% dos PCs

Por Wagner Wakka | 07 de Agosto de 2020 às 12h03
Divulgação/ Microsoft

A Microsoft finalizou as atualizações do Windows 7 em janeiro de 2020, mas uma pesquisa da NetMarketShare mostra que quase um quarto dos computadores do mundo ainda contam com o sistema operacional.

Segundo o levantamento, 23,34% de todos os laptops e desktops espalhados pelo mundo ainda usam o antigo sistema operacional da Microsoft. Pior: 0,82% se mantêm no Windows XP.

Um dos principais problemas de estar em uma plataforma que não é mais atualizada é a segurança. Na medida em que criminosos descobrem novas brechas no sistema operacional, a Microsoft lança um novo pacote de updates para combater possíveis invasões. Como tais atualizações não acontecem mais no Windows 7, o dispositivo fica desprotegido.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Nesta semana, o FBI enviou a seus parceiros uma nota alertando para os riscos de se utilizar a plataforma desatualizada. No recado, o órgão foi categórico ao reforçar a falta de segurança: “Continuar a usar o Windows 7 em uma empresa pode permitir que cibercriminosos possam entrar no sistema do computador. Conforme o tempo passa, o Windows 7 se torna mais vulnerável devido à falta de atualizações de segurança e descoberta de novas vulnerabilidades”.

De acordo com o FBI, houve aumento no número de vazamentos de informação na indústria da saúde nos Estados Unidos, desde abril de 2014, com o fim do Windows XP. Entre as ameaças, o órgão aponta vulnerabilidades como o EternalBlue e o BlueKeep, que ainda existem sem atualização no Windows 7.

Mercado

O levantamento também mostra que 87,03% dos computadores no mundo contam com Windows, independentemente da versão. Destes, 59,37% já estão atualizados para o Windows 10, o melhor número de adesão em toda a história da companhia.

Além do sistema operacional da Microsoft, o macOS tem 8,95% de participação no mercado; seguido do Linux, presente em 3% do total. Por fim, apenas 0,39% dos computadores contam com ChromeOS.

Fonte: NetMarketShare, ZDNet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.