6 ferramentas para personalizar o Menu Iniciar do Windows 10

Por Sérgio Oliveira

Parece que foi ontem, mas já faz praticamente um ano que a Microsoft lançou o Windows 10. Naquela época, o sistema foi amplamente propagandeado e o retorno do Menu Iniciar foi um dos principais atrativos que levou milhares de pessoas a fazerem a atualização gratuita do Windows 7 e 8.1 para a nova versão.

Apesar de não ser exatamente um retorno às raízes e trazer alguns recursos do Windows 8, o Menu Iniciar foi bem recebido pelo público, que pode personalizar seus menus e layout com alguns cliques. Mesmo assim, os que procuram mais customização têm de recorrer a mods de terceiros.

Se você faz parte desse grupo que gostaria de modificar e turbinar o Menu Iniciar do Windows 10, nós fizemos uma lista com 6 das melhores ferramentas para deixá-lo do jeito que você quiser. Confira.

1. StartIsBack++

O StartIsBack ganhou notoriedade logo após o lançamento do Windows 8, prometendo atender os usuários que sentiram falta do Menu Iniciar no até então mais recente SO da Microsoft. Agora, os desenvolvedores lançaram o StartIsBack++, que promete trazer de volta o visual e funcionalidades do icônico menu do Windows 7 para o Windows 10.

O StartIsBack++ é o que mais se aproxima ao design do Menu Iniciar do Windows 7, alterando, inclusive, o botão na barra de tarefas do sistema

O StartIsBack++ é o que mais se aproxima ao design do Menu Iniciar do Windows 7, alterando, inclusive, o botão na barra de tarefas do sistema (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Além do básico, esta ferramenta oferece alguns recursos extras, como a adição de ícones para os apps Windows, ícones maiores na barra de tarefas e menus de contexto personalizáveis.

O app está disponível gratuitamente para testes de até 30 dias, cobrando o valor de US$ 3 após o período.

2. TileCreator

Apesar de ter sido bem recebido, o Menu Iniciar do Windows 10 é bastante criticado por não deixar os usuários personalizarem as live tiles. Não é possível, por exemplo, alterar o ícone de exibição deles, que se resumem ao ícone original do programa em um fundo azul sem graça.

O TileCreator faz justamente aquilo que seu nome propõe: cria live tiles personalizadas que podem ser colocadas no Menu Iniciar do Windows 10

O TileCreator faz justamente aquilo que seu nome propõe: cria live tiles personalizadas que podem ser colocadas no Menu Iniciar do Windows 10 (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Para resolver esse contratempo é que o TileCreator surgiu. Ele permite modificar as pastilhas dinâmicas do Menu Iniciar e atribuir a imagem que você quiser para ilustrar cada uma delas. Se você quiser embarcar nessa, há um site especializado em fornecer imagens para personalizar as live tiles. Basta acessá-lo, baixar os ícones e usá-los.

3. Start10

Conhecida por desenvolver programas que davam um ar futurista ao Windows 98 e XP no fim dos anos 1990 e início dos anos 2000, atualmente a Stardock concentra esforços no desenvolvimento de ferramentas que melhoram, em alguma medida, a usabilidade do sistema operacional da Microsoft.

É o caso do Start10, que se apropria de conceitos empregados pelo Windows 7 para refazer o Menu Iniciar do Windows 10. Após instalar a solução, você perceberá que a pesquisa retornou para a porção inferior do Iniciar e a opção "Todos os aplicativos" foi removida em prol dos links rápidos.

O Start10 também deixa o visual do Iniciar bastante semelhante ao do Windows 7, mas não oferece opção para pôr o ícone na barra de tarefas igual ao da saudosa versão

O Start10 também deixa o visual do Iniciar bastante semelhante ao do Windows 7, mas não oferece opção para pôr o ícone na barra de tarefas igual ao da saudosa versão (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Além disso, há a possibilidade de aplicar um esquema de cores, plano de fundo e itens específicos no menu.

O Start10 está disponível gratuitamente para testes por até 30 dias. Após esse período, o usuário tem de desembolsar US$ 5 pelo app.

4. Classic Shell

Esta é a opção para os mais saudosistas que querem voltar ainda mais no tempo e desfrutar de um Menu Iniciar semelhante ao empregado no Windows XP. Embora tenha uma opção para simular o Iniciar do Windows 7, o grande atrativo aqui são as opções que se assemelham ao Windows XP e até mesmo o 98, em toda sua glória de uma única coluna.

Além de trazer à vida o antigo visual do Iniciar do Windows 7, o Classic Shell oferece uma vasta gama de opções de personalização

Além de trazer à vida o antigo visual do Iniciar do Windows 7, o Classic Shell oferece uma vasta gama de opções de personalização (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Mesmo com essa pegada mais retrô, o Classic Shell disponibiliza opções de personalização e alguns skins. Por exemplo, é possível aplicar o skin XP Luna para fazer o menu ficar o mais semelhante possível ao original do sistema operacional. Além disso, a ferramenta deixa você escolher quais botões irão aparecer no menu principal e como a árvore de arquivos funcionará.

5. Start Menu Reviver

Diferentemente das soluções apresentadas até aqui, o Start Menu Reviver reimagina o Menu Iniciar de um jeito totalmente diferente.

Na coluna à esquerda, o usuário pode ir até suas pastas ou programas mais utilizados com apenas um clique. Já na porção à direita do menu, é possível afixar apps, pastas, sites, documentos, músicas, vídeos e qualquer coisa que você queira.

Apesar da proposta interessante, o Start Menu Reviver peca no quesito design, exibindo um visual um tanto quanto amador e que pode incomodar os mais atentos a esse tipo de coisa

Apesar da proposta interessante, o Start Menu Reviver peca no quesito design, exibindo um visual um tanto quanto amador e que pode incomodar os mais atentos a esse tipo de coisa (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Além disso tudo, o recurso foi pensado para funcionar bem com monitores sensíveis ao toque - ideal para quem tem um Surface com Windows 10, por exemplo.

6. Radial Menu

Enquanto a maioria das alternativas apresentadas até aqui traziam de volta o Menu Iniciar aos moldes do Windows 7 ou XP, o Radial Menu quebra paradigmas e traz uma ideia completamente nova para o famoso menu da Microsoft.

Aqui a ideia é substituir o Iniciar completamente por uma espécie de launcher, que mantém seus programas preferidos e mais utilizados numa espécie de roda. Nela, é possível criar grupos e subgrupos de aplicativos, além de adicionar documentos, sites e vários outros arquivos que podem ser abertos on the fly.

O Radial Menu é o que traz a proposta mais radical para quem busca uma alternativa ao Menu Iniciar

O Radial Menu é o que traz a proposta mais radical para quem busca uma alternativa ao Menu Iniciar (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Tudo funciona na base do "arraste e solte", então você não deve ter dificuldades para configurá-lo. Caso o tema padrão não lhe agrade, também há opções para personalizar a interface e deixar o Radial Menu com a cara que você quiser.

Qual a melhor alternativa?

Depende. Como pôde ser visto, há opções para todos os gostos: desde os que preferem reviver a glória do Windows 98, até os que têm saudades do Windows XP e 7. Se você não tem saudades de nenhum desses sistemas e, ao mesmo tempo, não gosta do Windows 10, também há uma opção para você.

Mas e você? Qual ferramenta mais lhe chamou a atenção e qual você pretende testar? Conte para gente na caixa de comentários aqui embaixo.

Leia também:

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.