Desafio da Vassoura: hoax só engana quem não prestou atenção às aulas de física

Por Rafael Rodrigues da Silva | 11 de Fevereiro de 2020 às 21h40

Não é de hoje que as redes sociais são dominadas por algum tipo de desafio viral que, ao mesmo tempo, se torna uma espécie de meme: já tivemos o do balde de gelo, o “planking”, o desafio da canela, entre tantos outros. Na maior parte das vezes, esses desafios são alguma coisa meio sem noção que uma pessoa resolve fazer, postar na internet, e então outras pessoas acham aquilo divertido e decidem repetir o feito. Mas o mais recente desafio viral a dominar as redes sociais traz consigo uma função social embutida: a de provar que a maioria dos seus amigos não entende o mínimo de física básica (e talvez nem mesmo você entenda, caso também tenha caído no hoax).

Conhecido como o “Desafio da Vassoura”, a ideia por detrás dele é bem simples: a pessoa deve equilibrar uma vassoura em pé no chão, sem ela estar apoiada em nada. Até aí, nada absurdo; o absurdo está na justificativa para o meme/desafio: a de que a NASA teria avisado que isso só seria possível em um dia específico, por conta de algo relacionado ao alinhamento do planeta, à rotação da Terra ou qualquer outra explicação pseudocientífica que usa uns termos científicos largados com o nome de alguma agência científica de credibilidade, tudo para fazer com que qualquer baboseira escrita pareça real a quem não entende nada do assunto.

"Varre pra esquerda, varre pra direita..."

Ninguém sabe exatamente quando esse desafio viral foi criado: há tweets afirmando que esse “dia especial” relatado pela NASA foi 7 de fevereiro, outros que foi dia 10 de fevereiro, e há ainda menções a esta mesma história em postagens de fóruns que datam de vários anos atrás — mostrando que a pegadinha é antiga, mas a memória dos internautas é curta o bastante para que o hoax seja ressuscitado de tempos em tempos. Mas, independente de quando essa história surgiu, ela viralizou de verdade só na última semana, quando milhões de pessoas ao redor do mundo foram às redes sociais postar a fotos de suas vassouras em pé, como se aquilo fosse u m “grande feito” — e não apenas algo que qualquer pessoa consegue fazer caso tente em qualquer outro dia do ano.

Bom, mas é preciso dizer que duas coisas são certas: a NASA não fez anúncio algum sobre condições específicas da gravidade do planeta que permitiriam que uma vassoura ficasse de pé somente em determinado dia do ano, e qualquer um pode, a qualquer momento, em qualquer dia, deixar uma vassoura em pé sem nenhum tipo de apoio.

"Pitipi, pitipi, pitipau!"

A física explica como isso é possível: por conta do formato das vassouras, o centro da gravidade delas fica muito mais próximo da parte de baixo, onde ficam as cerdas, do que de qualquer local do cabo. Isso pode ser facilmente testado fazendo o experimento da “gangorra”, que se resume a esticar o seu dedo indicador e tentar achar o ponto de equilíbrio que permitirá que a vassoura fique paradinha, na horizontal, em cima do seu dedo, sem cair para nenhum dos lados. Ao tentar esse exercício, será possível perceber que esse “ponto de equilíbrio” não fica exatamente na metade do cabo, como alguém mais leigo poderia imaginar, mas sim quase ali na base onde se encontram as cerdas, sendo este então o centro de gravidade do objeto.

Por isso é tão simples deixar uma vassoura em pé. Como seu centro de gravidade já está próximo do chão, não é complicado achar uma posição específica capaz de fazer com que a maior parte do “balanço” do objeto esteja concentrado ali nas cerdas, suportando todo o cabo em uma posição ereta. Quanto mais nova for a vassoura (ou seja, quanto menos ela estiver com as cerdas desgastadas), mais fácil será encontrar essa posição, pois as cerdas mais “duras” de uma vassoura novinha em folha podem ser usadas quase que como um tripé, facilitando, assim, deixar a vassoura em pé mesmo sem encontrar exatamente onde fica seu centro de gravidade.

"Mas tome cuidado com o cabo da vassoura..."

Como já falamos lá no início deste texto, isso tudo é física básica; não existe relação com alguma mudança gravitacional, alinhamento de planetas ou qualquer outra baboseira pseudocientífica que esteja percorrendo os quatro cantos da internet. E quem confirmou isso foi a própria NASA, que postou um vídeo no Twitter onde o astronauta Alvin Drew explica como é possível deixar uma vassoura de pé em qualquer dia da semana.

Em comunicado sobre o tema, a agência espacial comenta que essa história toda é apenas mais uma prova de como as redes sociais podem ser usadas (e são) para a propagação de desinformação. A NASA disse ainda que, apesar de, neste caso específico, a mentira não ter sido grave, isso mais uma vez mostra como é importante verificar informações vistas por aí antes de sair espalhando elas nas redes sociais.

Então, se você também acreditou nessa tal “história da NASA” e ficou orgulhoso por ter realizado um "hack cósmico", sentimos informar, mas você não teria caído nessa pegadinha se tivesse prestado atenção às aulas de ciências na escola. Enquanto isso, ficamos aqui na torcida pra que o próximo viral nas redes sociais envolvendo vassouras tenha a ver com o Molejão.

Fonte: Business Insider, CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.