5 Motivos 139 / 160 vídeos

5 motivos para você NÃO comprar Moto G5

03:10 | 26 de Julho de 2017

O Moto G5 tem o legado de bom aparelho e com custo que não é muito alto, seguindo o sucesso que foi o primeiro Moto G, lá de 2013. Infelizmente nem tudo é bacana e ele tem seus pontos negativos, bem visíveis nesta geração.

Estes são os cinco motivos para que você deixe o Moto G5 na prateleira, e leve outro celular para casa:

Perigo na água

Um dos recursos mais bacanas do Moto G de terceira geração foi a capacidade de resistir ao mergulho acidental. O smartphone poderia até mesmo tirar fotos de dentro da piscina, sem qualquer problema. No Moto G4 a Motorola removeu esta proteção e no G5 as coisas continuam assim. Se jogar na água, perde o celular. 

Quick Charge, pela metade

O Moto G5 vem com a possibilidade de carregar rapidamente a bateria, no padrão da Qualcomm chamado de Quick Charge. Este é um ponto importantíssimo, mas que a Motorola deu de ombros. Na caixa não temos o carregador rápido, deixando para o usuário a escolha de comprar, ou não, o carregador de tomada que vem com o G5 Plus, ou qualquer outro que envie mais energia.

Câmera ruim de noite

Nós sabemos que o Moto G5 é um intermediário, mas ele cresceu com o tempo e a câmera deveria ter acompanhado a evolução. Isso aconteceu nas fotos tiradas em ambientes bem iluminados, mas não nos mais escuros. A quantidade de granulado fica visível sem dificuldades e algumas cores simplesmente desaparecem da face da Terra. Definitivamente, não é o que eu esperava.

Android não é tão puro

Se você gosta de Android mais limpo, com apenas aquilo que o Google criou para ele, sabe que a Motorola tem um histórico bacana de quase não tocar no sistema operacional. Este cenário vem mudando e o maior exemplo deste ponto está na bandeja de apps. Ela é inspirada no Pixel Launcher, não o Android puro como era. Ainda está longe de ter algo pesado por cima, mas é mais um indício de que as coisas estão mudando.

Som poderia ser melhor

No passado o Moto G já teve até som estéreo, utilizando os falantes da frente do Moto G2 para dar maior envolvimento do usuário com apps, jogos e músicas. O G5 continua soltando o som pela frente, mas em volume baixo e dando muita importância para os agudos. É baixo o suficiente para não animar muito uma festa. Nem mesmo para escutar um podcast enquanto você toma banho, com o celular próximo.

É claro que o Moto G5 vem com recursos bacanas e, para isso, temos um segundo vídeo com cinco motivos para você colocar o celular na cesta de compras e levar para casa.

Citadas no Vídeo