5 Motivos 135 / 172 vídeos

5 motivos para NÃO comprar o Moto C Plus

03:27 | 05 de Julho de 2017

A Motorola trouxe para o mercado brasileiro o seu mais novo smartphone de entrada, para preencher aquela lacuna que a linha Moto G conseguia preencher há alguns anos. O dispositivo traz recursos importantes e é bem sólido na construção, mas será que realmente vale a pena levá-lo para casa? Confira agora 5 motivos para *NÃO* comprar o Moto C Plus.

PREÇO

Sim, o próprio. O Moto C Plus é comercializado por R$ 699 nos canais oficiais da Motorola, embora já seja possível encontrá-lo por valores mais acessíveis no varejo. Entretanto, o dispositivo entrega tudo de maneira limitada, com exceção da bateria que, de fato, é enorme. Sendo assim, estipular um valor mais acessível talvez teria sido mais vantajoso, fazendo dele um modelo ainda mais atraente para o consumidor.

CÂMERAS

Em especial, a câmera frontal do C Plus é a que mais decepciona. Com abertura de f/2.8, você poderá capturar imagens com o sensor de 2 MP, que também tem um flash LED. E, apesar de parecer uma boa câmera, as imagens capturadas por ela são… normais até demais para um smartphone. Durante a noite, aliás, é praticamente impossível fazer fotos legais com ele.

VOLTAMOS NO TEMPO?

O hardware do Moto C Plus é muito limitado, mas tudo, aparentemente, em prol da bateria. Ele vem com somente 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento, dando pouco mais de 4 GB para você instalar seus apps, jogos, salvar fotos de gatinhos e todo o resto. Ou seja: você não tem muita liberdade para usar apps mais pesados, e isso é decepcionante.

CADÊ OS SENSORES BÁSICOS?

Não, o Moto C Plus não traz um sensor de proximidade ou de luz. Quando você está numa chamada, a tela fica acesa por 5 segundos e então é desligada. Esse processo não acontece automaticamente quando você se aproxima do aparelho. O mesmo parece acontecer com o brilho, que precisa ser ajustado manualmente sempre que você troca de ambiente.

ATRASOS NA INTERFACE

Não ficou muito claro se os atrasos de navegação no Moto C Plus são culpa do hardware ou da tela, que tem um tempo de resposta não muito agradável. No entanto, vez ou outra você se depara com a seguinte situação: você toca em um ícone, espera um pouco, e toca de novo, pois acha que o primeiro toque não funcionou. No entanto, o que rola aqui é um certo atraso entre a ação do usuário e a do sistema, causando confusão. Não é nada tão desconfortável, mas também não agrada nenhum pouco.