Ola S1 | Clientes reclamam de baixa qualidade e autonomia enganosa

Ola S1 | Clientes reclamam de baixa qualidade e autonomia enganosa

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 29 de Dezembro de 2021 às 17h50
Reprodução/Twitter

Lançada no fim de agosto por um preço inferior a R$ 10 mil na Índia, a Ola S1 vai fechar 2021 com pendências a resolver com seus primeiros clientes. A marca foi alvo de críticas dos consumidores no Twitter, tanto em relação à qualidade das scooters elétricas quanto à autonomia prometida no ato da venda.

Segundo a fabricante, a motinha poderia percorrer até 181 quilômetros graças à bateria de 4 kWh. A prática, no entanto, mostrou algo diferente.

Um dos compradores que denunciaram a fabricante informou que, enquanto os veículos de teste mostraram um alcance de 152 km (94 milhas) com uma bateria 98% carregada, sua scooter mostrava apenas 135 km (84 milhas) com a bateria 100% carregada.

Um outro usuário da rede social replicou o tweet informando que precisou rebocar sua scooter após apenas 6 quilômetros de uso, por problemas no freio, enquanto um terceiro compartilhou imagens para mostrar falhas na carroceria.

Resposta da Ola sobre a S1

Scooter vendida pela Ola com problema no freio só rodou 6 quilômetros (Imagem: reprodução/Twitter)

A fabricante correu para responder a cada uma das reclamações nas redes sociais, mas nem todos pareceram satisfeitos com as soluções propostas.

No caso específico de uma scooter entregue com avarias na lataria, a proposta de consertar os danos foi rebatida. “Comprei um produto novo e não um refurbished (de segunda mão). Reparação não é uma solução”, bradou.

Fonte: Electrek

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.