LG tem linha de TVs com tudo que você precisa para a nova geração de consoles

Por Redação | 23 de Dezembro de 2020 às 12h45 PUBLIEDITORIAL
LG

A nova geração de consoles está entre nós, com os PlayStation 5 e Xbox Series X|S elevando a definição dos jogos para 4K e acima dos 60 fps. Contudo, não basta apenas ter um console com estas capacidades: também é preciso uma TV capaz de dar conta da demanda de um videogame da nova geração.

Neste sentido, a LG está mais que preparada com suas novas linhas TVs, com foco em tirar o melhor dos jogos que você mais gosta. Pode parecer simples, mas é preciso ficar de olho em uma série de detalhes para garantir o melhor em jogabilidade quando o assunto é o televisor que exibirá as imagens dos games.

A empresa conta com novos modelos de TVs que são ideais para gamers que não dispensam máxima qualidade de imagens, incluindo os da linha NanoCell (com tamanhos que variam de 49" a 86" e opções com 4K e 8K), além de modelos UDH TV 4K (com tamanhos de 43"a 86") e também com tela OLED (em 65") — tecnologia "queridinha" dos gamers, com pixels que se autoiluminam, garantindo qualidade de imagem mais real. E o modelo da LG com tela OLED oferece suporte a G-SYNC NVIDIA, fazendo com que todos os jogos compatíveis com essa tecnologia tenham imagens suaves, dando adeus a transições travadas, lags e instabilidades, além de ter um tempo de resposta mais rápido.

(Imagem: Divulgação/LG)

Movimentos sem "engasgos"

Os aparelhos da LG têm especificações que se destacam quando o assunto são games. A começar, a linha NanoCell garante taxa de atualização variável (VRR, na língua inglesa), a qual faz com os fps da sua TV estejam alinhados aos dos jogos. Vamos supor que um game esteja rodando a 60 fps em uma determinada fase, mas este número suba para 70 fps no momento seguinte. Com o VRR, a tela é capaz de se ajustar a tal mudança, com os movimentos sendo exibidos com naturalidade, sem "engasgos".

Ainda, a linha oferece VRR compatível com o sistema FreeSync da AMD. Ou seja, está pronta para quem joga com o PlayStation 5 e Xbox Series S|X, e também para quem estiver ligando o PC na TV para se divertir com os jogos no computador.

LG NanoCell (Imagem: Divulgação/LG)

Alta velocidade

Além da sincronização de quadros, outro ponto de destaque para os modelos da LG está no baixo input lag. Tal tecnologia é essencial para jogadores profissionais, para os quais uma lentidão mínima já representa um desafio a mais perante os adversários — o que faz a diferença na hora de vencer ou ser derrotado. Os modelos NanoCell da LG, portanto, trazem uma boa vantagem para games competitivos online.

Uma TV serve para outras formas de entretenimento além dos games e, neste ponto, a linha também traz uma facilidade extra. Ela conta com o Auto Low Latence Mode (ALLM), que reconhece automaticamente quando um jogo está sendo executado, modificando automaticamente as configurações para o modo game. Ou seja: você pode assistir a séries e filmes a qualquer momento, sem se preocupar em mudar as configurações toda vez que jogar, e pode voltar a jogar igualmente sem alterar configurações manualmente, pois a TV já faz isso por você.

Ah! Há modelos da LG que contam com telas IPS de 120 Hz — e este é um ponto importante para jogos. É que os games atuais de PlayStation 5 e Xbox Series X focam em jogabilidade acima dos 60 fps, e isso quer dizer que você também necessita de uma tela acima de 60 Hz para poder aproveitar da maior taxa de quadros. Ter uma tela com 120 Hz também prepara sua sala para receber jogos cada vez mais avançados, que vão alcançar a taxa de 120 fps. Ou seja, investir em uma TV como essas é também pensar no futuro.

Alta taxa de quadros dá mais dinamismo e velocidade para imagem (Imagem: Divulgação/LG)

HDMI 2.1

A linha NanoCell tem também suporte ao HDMI 2.1, com largura de banda de 48 Gbps (nos modelos 8K), e que tem velocidade 2,6 vezes do HDMI 2.0 tradicional. Isso é extremamente importante, tendo em vista que os cabos que acompanha tanto o Xbox Series X, quanto o PlayStation 5, são voltados para HDMI 2.1. Isso significa que só é possível tirar o melhor de qualidade da nova geração de consoles se a TV tiver uma entrada equivalente — o que é o caso da linha NanoCell.

Outra vantagem de usar o HDMI 2.1 também está no áudio. A linha NanoCell conta com Enhanced Audio Return Channel (eARC), tecnologia que permite transmitir o som original sem perda de dados, exatamente por conta do HDMI 2.1. Em resumo, há aqui melhor qualidade possível tanto de imagem, quanto de áudio dos jogos de ambos os consoles.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.