Relatório da Anatel mostra que cada vez menos pessoas possuem um telefone fixo

Por Rafael Rodrigues da Silva | 02 de Julho de 2019 às 20h30
Depositphotos
Tudo sobre

Anatel

Saiba tudo sobre Anatel

Ver mais

Em relatório divulgado pela Anatel sobre a condição das linhas de telefonia fixa do país, a agência confirma o encolhimento do setor, que segue perdendo usuários em um ritmo acelerado.

Em maio deste ano, o Brasil registrou um número de 35,85 milhões de linhas de telefone fixo em operação, com 15,93 milhões dessas linhas pertencentes às autorizadas e 19,93 milhões às concessionárias. Isso significa uma perda de pouco mais de 506 mil unidades quando comparada com o mês anterior (abril de 2019), ou de quase 3 milhões na comparação com o mesmo período do ano anterior (maio de 2018).

Entre as autorizadas, a Claro ainda é a empresa responsável pelo maior número de telefones fixos do país, gerenciando 10,09 milhões de aparelhos (cerca de 63% de todo o mercado nacional de autorizadas), enquanto a Vivo aparece em segundo lugar, com 3,90 milhões de aparelhos (cerca de 24% do mercado) e logo atrás a TIM, com 968 mil linhas (cerca de 6%). Já entre as concessionárias, a Oi é quem possui o maior número de linhas fixas, com 11,08 milhões de aparelhos (cerca de 55% do mercado de concessionárias), seguida de perto pela Vivo, com quase 8 milhões de aparelhos (cerca de 40% do mercado).

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O relatório completo sobre a telefonia fixa no país pode ser acessado no próprio site da Anatel, onde é possível obter informações também de como essas linhas estão divididas geograficamente no país.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.