Siga o @canaltech no instagram

Huawei diz estar disposta a assinar acordos de não-espionagem com governos

Por Natalie Rosa | 15 de Maio de 2019 às 14h42
Reprodução

A Huawei está disposta a assinar acordos com governos para comprovar que não pretende utilizar sua tecnologia para espionagens. A declaração foi feita por Liang Hua, presidente da fabricante, em uma coletiva de imprensa em Londres.

Nos Estados Unidos, as autoridades informaram aos aliados que a tecnologia da Huawei não deveria ser usada na construção de novas redes 5G, pela desconfiança de se tratar de um modo de espionagem chinês, assunto que vem sendo debatido há meses.

"Estamos dispostos a assinar acordos de não-espionagem com governos, incluindo do Reino Unido, para nos comprometermos a produzir equipamentos que não apresentem padrão de espionagem", disse o executivo chinês.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Liang Hua, presidente da Huawei (Imagem: Reprodução)

A Grã-Bretanha ainda está em processo de decisão sobre a possível permissão do uso da Huawei no desenvolvimento das suas redes 5G. A fabricante chinesa, hoje, é a maior fornecedora mundial de equipamentos de telecomunicações.

Um porta-voz do governo britânico disse que "a segurança e resiliência das redes de tecomunicações do Reino Unido são de extrema importância", e que os resultados do caso da Huawei serão anunciados assim que todas as operadoras concordarem com a decisão, caso seja positiva.

A Huawei é acusada pelos Estados Unidos de fazer roubos de segredos comerciais de parceiros, embora a fabricante já tenha dito que não tem envolvimento algum com o governo chinês.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.