Assembleia de Deus inaugura primeira operadora evangélica do país

Por Redação | 01.10.2015 às 16:00

Pegando todo mundo de surpresa, a igreja Assembleia de Deus anunciou que inaugura nesta quinta-feira (1) sua própria operadora de telefonia móvel. Batizada de Mais AD, a nova empresa visa exatamente atender ao público cristão e promete trazer serviços dedicados à comunidade evangélica.

Com atuação nacional, o grade destaque da companhia, conforme destaca seu diretor-geral, Raul Aguirre, é o oferecimento de conteúdos aprovados por líderes da igreja. E, embora pareça algo estranho para parte do público, não há como duvidar do sucesso da empreitada, principalmente se lembrarmos que a Assembleia de Deus é a maior igreja evangélica do país, com mais de 18 milhões de fieis.

De acordo com o site oficial da empresa, os usuários da operadora contarão com aplicativos e jogos de cunho evangélico, além de acesso ao calendário com todos os cultos e eventos da igreja. A operadora afirma também que vai "reverter recursos provenientes das vendas para ajudar de forma solidária igrejas e pessoas".

Com isso, a Mais AD se torna a terceira operadora virtual de rede móvel do país. Isso significa que ela não possui uma rede própria, mas que atua a partir do uso de uma rede terceirizada — no caso, da Vivo. Antes dela, a Vodafone e a Porto Seguro já haviam feito algo semelhante.

No entanto, o que mais chama a atenção em relação à operadora cristã não é apenas isso, mas o respaldo com o qual ela chega no mercado. Além de ter na sua mesa executiva Raul Aguirre, ex-chefe da Virgin Mobile Latin America e com passagem pela Oi, a Mais AD também conta com uma parceria com a Movttel, que possui Ricardo Knoepfelmacher como um de seus principais acionistas. Especializado em reestruturações empresariais, ele já foi um dos presidentes da antiga Brasil Telecom antes de ela ter sido incorporada à Oi.

Os valores referentes ao investimento feito para a criação da Mais AD não foram divulgados.

Via: Gazeta do Povo