Novo iPad Pro pode atrasar devido ao Covid-19, diz relatório interno da Apple

Por Claudio Yuge | 18 de Fevereiro de 2020 às 21h20
Josiah Bondy
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Não é novidade que o mercado de tecnologia vem sendo bastante afetado pelo surto do novo coronavírus, chamado agora oficialmente de Covid-19. Isso porque a China, epicentro da epidemia, é uma das maiores fornecedoras de componentes para todo o mundo, inclusive para a Apple, que, segundo relatórios internos, pode atrasar o lançamento do novo iPad Pro justamente por causa das paralisações na montagem do dispositivo.

Segundo o ArsTechnica, é isso o que diz uma nota enviada pela Maçã aos investidores nesta semana. O comunicado afirma esperar que “o suprimento mundial de iPhones fique temporariamente restritos” e seus parceiros talvez não consigam fabricar smartphones suficientes para atender à demanda em todo o mundo — o que deve impactar na receita trimestral e também a possível distribuição dos novos iPads Pro.

Conceito do novo iPad Pro (Imagem: Reprodução/MacRumors)

Isso de certa forma já vinha sendo esperado, especialmente após a reunião realizada pela Gigante de Cupertino no dia 28 de janeiro, quando a empresa falou sobre a preocupação com a crise relacionada ao Covid-19. Desde essa data, várias instalações da Apple ficaram com as portas fechadas na China e, mesmo retornando às atividades, os trabalhos vão atrasar. O relatório também considera as Apple Stores e lojas parceiras que vêm operando lentamente, em horário reduzido e com tráfego muito baixo de clientes.

O novo iPad Pro, que poderia ser apresentado no dia 31 de março, pode então mudar para outra data, sem previsão, mas ainda neste semestre. Já outras fontes indicam que há a possibilidade de o tablet chegar no mês que vem. Contudo, como a procura seria mais baixa do que a esperada, pode ser que o produto tenha seu cronograma realmente alterado, não somente por questões envolvendo a montagem e distribuição, como pelo próprio comportamento do consumidor diante desse cenário atual.

iPhone SE 2 deve mesmo ser apresentado em março

Embora não haja confirmação oficial, já há algum tempo vemos fortes rumores de que um novo smartphone "de entrada" da Maçã seria mostrado nesse mesmo evento do dia 31 de março. Mesmo com a nota para os investidores, veiculada nesta semana, a projeção dos especialistas é de que pelo menos esse aparelho seja apresentado.

Aliás, junto ao novo iPad Pro, o que vem sendo chamado de iPhone SE 2 estaria entre os produtos que serão responsáveis pela recuperação da receita da empresa em julho, quando o impacto do Covid-19 sobre os ganhos no primeiro trimestre possivelmente já terá diminuído consideravelmente — ao menos é o que os investidores esperam.

Fonte: ArsTechnica  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.