Startups brasileiras são destaque em competição na América Latina

Por Wagner Wakka | 31 de Julho de 2018 às 23h15
photo_camera Divulgação

Quatro startups brasileiras venceram na última segunda-feira (30) um evento voltado a empresas da América Latina. Chamada Innovation Awards Latam, a premiação reuniu 27 finalistas de um total de 800 inscritos em mais de 11 países. Ao todo, foram seis categorias premiadas, das quais o Brasil faturou quatro.

Dos 180 melhores cases, 35% foram do Brasil, 13,5% do México e 11,2% da Argentina, divididos em Big Data, Blockchain, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, APIs e Cyber Security.

Na categoria de Big Data, a fintech com sede em São Paulo chamada Biva levou a premiação com uma plataforma on-line para investimentos. Para o CMO da empresa, Diego Lissoni, o diferencial é “permitir a acessibilidade ao crédito de investimentos com a nossa plataforma”. A fintech permite que as pessoas invistam no financiamento de outras pessoas ou empresas, tendo juros mais baixos e maiores retornos nos investimentos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Já em Cyber Security, a empresa mineira de Uberlândia guardSI Cybersecurity levou a melhor com um projeto de consultorias, treinamentos, serviços e produtos para ajudar equipes de TI e segurança a analisar e certificar ambientes empresariais.  Já a Beyond, empresa de Florianópolis, oferece serviços para empresas com interesse em soluções com foto na indústria 4.0. Isto é, possibilidades de rastreamentos, localização e monitoramento de produtos, insumos, ativos e pessoas e devolve métricas mais precisas de produção.

Outra brasileira entre as campeãs foi a startup TNH Digital Health. A empresa paulistana usa chatbots para organizar pacientes e colaborar para que empresas de saúde sejam mais eficientes em suas ações. A companhia venceu a categoria de inteligência artificial.

Para além do Brasil, dois outros países também aparecem entre os vencedores. A startup colombiana DreamJobs faturou a categoria Blockchain com um app para contratação de funcionários por geolocalização, e a empresa Übank do México ficou com o prêmio em APIs com um aplicativo homônimo para poupar dinheiro.

Ao todo, a premiação contou com 60 jurados de países diferentes e grandes nomes da área, como Don Tapscott, maior referência em blockchain no mundo; Guga Stocco, responsável pela inovação do Banco Digital; e Lisa Besserman, eleita uma das 100 mulheres mais influentes em Tecnologia pela revista Business Insider.

O evento foi organizado pela Cantarino Brasileiro, empresa de marketing e comunicação de mercado financeiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.